A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/05/2009 20:37

Marcos brilha e leva Verdão às quartas da Libertadores

Redação

Sport e Palmeiras realizaram uma série de confrontos decisivos em 2009. E o desfecho dos jogos terminou da maneira mais emocionante possível. Depois de perder por 1 a 0 no tempo regulamentar, o time alviverde conquistou uma vitória nos pênaltis por 3 a 1 com três defesas do goleiro Marcos. Desta forma, a equipe assegurou a classificação para as quartas de final da Copa Libertadores contra o Nacional, do Uruguai.

A classificação do Palmeiras vem após um início irregular no grupo 1, encerrado com triunfos importantes que deram moral ao time. Depois de perder seus dois primeiros jogos, o time precisou vencer o próprio Sport fora de casa por 2 a 0, num marco da reabilitação alviverde. Depois, a equipe ainda passou por LDU e Colo-Colo para avançar às oitavas.

O resultado também serviu para o Palmeiras superar o trauma das oitavas de final na Libertadores. Isso porque nas últimas vezes, em 2005 e 2006, o time foi eliminado nesta fase justamente para um rival brasileiro nas duas ocasiões: o São Paulo.

Ao mesmo tempo, o Sport encerra a participação na Libertadores sem confirmar a força da Ilha do Retiro, que consagrou a equipe na temporada passada. Nos últimos seis jogos de mata-mata que disputou em casa (todos pela Copa do Brasil de 2008), o clube obteve seis triunfos e todos eles com uma vantagem igual ou superior a dois gols de diferença.

Assim como esperado, os anfitriões começaram o duelo na frente, pressionando o Palmeiras. Apenas com Keirrison no ataque, o time alviverde ficou recuado e cedeu muitos espaços em seu campo para a equipe rubro-negra, que teve total domínio da posse de bola no início.

A etapa complementar começou com o panorama do jogo inalterado. Com a entrada de Fumagalli no lugar de Paulo Baier, o Sport ganhou mobilidade, mas teve mais problemas para criar chances claras. O time alviverde, por sua vez, seguiu atento à marcação e tentou fazer o tempo passar o máximo que pôde. Até que aos 37 minutos finais, Wilson aproveitou bela jogada individual de Luciano Henrique para reanimar a torcida na Ilha do Retiro e levar o confronto para os pênaltis.

Logo na primeira cobrança, o volante Mozart cobrou baixo, e Magrão fez a defesa. Mas em seguida, Marcos repetiu o rival e também defendeu chute de Luciano Henrique. Marcão e Igor fizeram e deixaram tudo igual. Depois de Danilo fazer o segundo alviverde, Marcos pegou cobrança de Fumagalli. Armero fez o terceiro do Palmeiras e depois viu o camisa 12 segurar o chute de Dutra para selar a classificação alviverde. (Com informações do site UOL).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions