A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/03/2015 12:56

Ministro assina investimento de R$ 6 milhões em pista de atletismo

Liana Feitosa e Flávia Lima
No Parque Ayrton Senna, ministro assinou a ordem de serviço para a construção da pista de atletismo (Foto: Marcelo Calazans)No Parque Ayrton Senna, ministro assinou a ordem de serviço para a construção da pista de atletismo (Foto: Marcelo Calazans)

 

O ministro do Esporte, George Hilton, assina, na tarde desta terça-feira (31), ordem de serviço para que seja iniciada a construção de uma pista de atletismo no Parque Ayrton Senna, em Campo Grande. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 6 milhões na obra, sendo R$ 3,5 milhões em recursos da União e R$ 2,4 milhões de contrapartida da prefeitura.

Segundo o ministro, a pista terá padrão olímpico, como a construída para as Olimpíadas de Londres, em 2012. "Queremos investir na formação de atletas que possam disputar os jogos", disse o ministro.

A obra, orçada em R$ 5,9 milhões, terá R$ 3,5 milhões de recursos federais e contrapartida de R$ 2,4 milhões da prefeitura. A pista é um projeto de 2012 e ficou parado, segundo o prefeito, porque a gestão anterior perdeu o prazo e deixou de encaminhar documentação para o ministério. “Fizemos um esforço para recuperar estes recursos que já estavam liberados pela Caixa Econômica Federal”, informa o prefeito.

Hilton terá agenda extensa. Ele esteve com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em reunião na manhã desta terça-feira (31) e, na hora do almoço, se reuniu com o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP).

Recursos - Ele afirmou que um dos objetivos centrais da visita é tirar do papel projetos antigos encaminhados por Mato Grosso do Sul ao Ministério do Esporte. Segundo Hilton, a ideia é investir R$ 7 milhões na revitalização do Guanandizão além dos R$ 3,5 milhões da União na construção da pista de atletismo. Essas são demandas que foram discutidas com o então ministro Aldo Rebelo, mas que não saíram do papel.

Governador quer que empresas privadas usem leis de incentivo para desenvolver o esporte no Estado. (Foto: Marcos Ermínio)Governador quer que empresas privadas usem leis de incentivo para desenvolver o esporte no Estado. (Foto: Marcos Ermínio)

Conforme Azambuja, o governo do Estado quer instituir programa de inclusão em que todos os municípios do Estado possam ter acesso a práticas esportivas. "Vamos discutir parcerias com empresas privadas para motivar essas empresas a usar leis de incentivo para desenvolver o esporte no interior e na capital", explicou o governador.

Investimentos - Concordando com Azambuja, o ministro afirmou que pretende criar condições para que todas as capitais do país tenham locais adequados aos atletas treinarem para grandes competições. "Minha proposta é revolucionar a prática esportiva no país, principalmente no que se refere aos esportes de base", detalhou.

Para o governador, a visita foi muito importante e, segundo ele, sentiu sensibilidade do ministro em querer auxiliar o Estado. De acordo com Hilton, municípios de fronteira, que tenham até 50 mil habitantes, receberão incentivo do Ministério do Esporte para a construção de módulos esportivos onde serão oferecidos espaços para prática esportiva, o que inclui Mato Grosso do Sul.

À noite, o ministro participará do lançamento da primeira edição da Taça MS Record Interbairros de Futebol Amador.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions