A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

21/01/2017 18:11

Não foi um jogo normal, diz Felipe Melo no empate do Palmeiras com a Chape

Paulo Nonato de Souza
Jogadores da Chapecoense na comemoração do gol marcado pelo zagueiro Douglas Grolli (Foto: Futura Press)Jogadores da Chapecoense na comemoração do gol marcado pelo zagueiro Douglas Grolli (Foto: Futura Press)

“Me preparei para um jogo amistoso, mas quando entrei em campo e passou por mim uma criança chorando, confesso que perdi toda a concentração”, disse o estreante Felipe Melo sobre o empate do Palmeiras em 2 a 2 com a Chapecoense, esta tarde, no Estádio da Arena Condá, em Chapecó.

O jogo marcou a volta da Chapecoense, 54 dias depois da tragédia de 29 de novembro, com a queda do avião que levava a delegação para o primeiro confronto da final da Copa Sul-Americana de 2016, contra o Atlético Nacional.

Raphael Veiga, estreante como Felipe Melo, abriu o placar para o Palmeiras, Douglas Grolli e Amaral viraram para a Chapecoense e Vitinho deixou tudo igual. Mas o placar da partida era o que menos importava.

“O que tivemos aqui não pode ser considerado um jogo amistoso. Para nós o primeiro amistoso do ano será contra a Ponte Preta”, disse Felipe Melo, jogador repatriado da Internazionale de Milão, que hoje atuou apenas meio tempo da partida, referindo-se ao confronto do próximo sábado, dia 28, no Allianz Parque, em São Paulo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions