A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/02/2011 21:56

Operário busca apoio municipal para acabar com “vantagem” de times do interior

Marcio Breda

A diretoria do Operário protocolou esta semana na Câmara de Vereadores de Campo Grande pedido de apoio para o retorno a Série A do Campeonato Sul-Mato-Grossense. O mesmo pedido será encaminhado ao prefeito Nelsinho Trad (PMDB).

De acordo com o presidente do Galo, Toni Vieira, tomando por base as equipes do interior, os times de Campo Grande ficam na desvantagem. Segundo ele, as prefeituras do interior não se furtam em investir em suas equipes com o objetivo de fortalecer o futebol de suas cidades.

"Eu acho que o Governo do Estado está fazendo sua parte. Cabe agora à Prefeitura de Campo Grande realizar a sua”, disse Toni Vieira sobre o patrocínio de R$ 850 mil dado pelo governo estadual à realização do campeonato.

Para o presidente do Operário, além de apoiarem com mais recursos o futebol, os políticos locais deveriam se envolver mais com o esporte marcando presença nos estádios durante os campeonatos. Para Toni, faltam presenças ilustres nos campos de futebol.



Atitude correta de Tony Vieira, o futebol queira quem não gosta ou não, é o maior embaixador do Brasil no Mundo, e tem que ter o apoio da prefeitura sim. Futebol tem o maior evento do Mundo, a Copa do Mundo, que esta a frente das Olimpiadas, portanto é inaceitavel um estado do Brasil não ter pelo menos um time na elite do futebol brasileiro (as duas principais divisões A e B). Sera que ninguem percebe que um time de Campo Grande jogando na elite do futebol, os lucros para o estado serão enormes, a torcida será quase unanime do time que receber o investimento, e o melhor, com um time forte, força os outros a crescerem!!! Imagina a imagem do estado sendo o tempo todo mostrada na TV, ajuda o turismo, a economia, a diversão que é tao precaria em nossa capital!
 
João Luís Flores em 10/02/2011 12:15:51
Se o Sr. Tony Vieira abrisse o clube para filiações de SÓCIOS PATRIMONIAIS E SÓCIOS CONSELHEIROS (com direito a voto nas eleições), COM ABSOLUTA CERTEZA o Operário F.C. teria total apoio de torcedores, simpatizantes, políticos e empresários. A verdade é que ninguem quer dar apoio a um clube que é presidido de forma unilateral, com centralização nas decisões. NÃO HÁ TRANSPARÊNCIA NA ADMINISTRAÇÃO DO SR. TONY VIEIRA. NADA MAIS.
 
Edivaldo Moraes em 10/02/2011 12:03:07
Temos que solicitar mesmo uma ajuda da Prefeitura Municipal, pois não é justo aquela entidade ajudar somente o Comercial, com uma verba mensal, que não deve ser pouca,devido ao relacionamento do Sr. Presidente (que ocupa cargo público municipal), com o Sr. Prefeito, então nos operariano temos que exigir tratamento igual, pois se colocarmos na balança, quem tem o direito dessa ajuda é o OFC, pois esta muuuiiito na frente no ranking estadual, municipal, federal e outros.......
 
Paulo Henrique Santana Ribas em 10/02/2011 10:17:07
Na partida da Copa do Brasil vai estar cheio de "político" por lá, a visibilidade é maior, me faz lembrar um candidato a prefeito indo no morenão para ver o Galo na série C de 2008 (se não me engano). E é claro, eles devem chamar o Roberto Dinamite para receber alguma homenagem na câmera municipal, outra coisa que eles adoram fazer, babar ovo de quem nunca fez nada pela cidade, assim como eles!!!
 
Clodoaldo Rocha em 10/02/2011 10:13:45
O poder público de uma capital onde há vários clubes não deve gastar um centavo com equipes de futebol. Bem diferente do interior, onde existe apenas uma equipe disputando um campeonato e ainda representa a cidade, ao contrário, as equipes da capital representam grupos que nada tem em comum com a representatividade das pessoas. Porém, se alguma equipe de MS estiver representando o Estado em competições a nível nacional aí pode ter base para algum apoio estatal, caso contrário, o apoio do poder público deve ser com segurança e prestação de serviços nos locais desportivos.
 
Fauster Antonio Paulino em 10/02/2011 09:44:03
Campo Grande e o Futebol

Terça Feira à noite e o Morenão recebe um bom público, jornalistas de Rádio e das grandes redes de TV por assinatura estão no campo e nos arredores do estádio cobrindo a movimentação das equipes e do público, ESTÃO FALANDO de Campo Grande para todo Brasil ! ! É um jogo da Série B do Brasileirão entre um time CAMPOGRANDENSE ( Operário ou Comercial ) em um grande time de outro Estado. Senhores governantes: hoje isso é um sonho mas com algum apoio pelo menos no começo pode voltar a ser realidade ( como já foi ). É IMPENSÁVEL uma capital de Estado com 800.000 habitantes não ter uma equipe pelo menos na Série B do Campeonato Brasileiro. Está no hora de pensarmos grande ! Pensem nisso !
 
Guilherme Fonseca Arruda em 10/02/2011 09:37:05
EU PENSO QUE PREFEITURA NÃO PODE DAR DINHEIRO PARA TIME PROFISSIONAL E NESTA CASO DO OPERÁRIO PIOR AINDA, POIS TRATA-SE DE UM BOLSO SEM FUNDO, ESTA DIRETORIA JA ACABOU COM O OPERÁRIO, TIME SEM SEDE SEM ENDEREÇO E AGORA SEM MARCA E CNPJ. SOU TORCEDOR OPERARIANO SONHO EM UM TIME FORTE MAS COM ESTE PESSOAL AI VOU FICAR EM CASA ASSISTINDO O PALMEIRAS, CORINTHIAS, FLAMENGO EOUTROS
 
Joaquim da Cel Antonino em 10/02/2011 08:02:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions