A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/01/2014 21:00

Palmeiras aproveita expulsão de "Anderson Silva" e bate Penapolense

Vinícius Squinelo

O Palmeiras contou com a ajuda do sósia de um astro do UFC, e bateu o Penapolense por 1 a 0 no Pacaembu, na noite desta quinta-feira. O líder do grupo D do Paulistão superou a retranca armada pelo visitante do interior e manteve os 100% de aproveitamento no campeonato, com 12 pontos. Já a equipe comandada por Narciso é penúltima no grupo A, com três pontos.

O primeiro tempo foi extremamente truncado e nervoso para uma partida de primeira fase do Paulistão. Pelo lado do Penapolense, o volante Heleno distribuía botinadas. Pelo alviverde, Leandro também cometia faltas e reclamava muito com a arbitragem. Ambos receberam o amarelo nos primeiros minutos.

Com a bola rolando, o Palmeiras controlava o jogo, mas tinha dificuldades para furar a retranca do adversário. Valdivia puxou bons contragolpes e arriscou de longe aos 17 e aos 37 minutos, mas errou o alvo. Mazinho teve sua chance no minuto final do primeiro tempo, mas acertou a rede pelo lado de fora.

Aos 42, um certo "Anderson Silva" apareceu para dar uma ajudinha aos donos da casa. Heleno defendeu o Ceará entre 2009 e 2012, e ficou conhecido pela torcida local como "Spiderman Alvinegro", pela semelhança física com o lutador de MMA, ex-campeão dos médios do UFC. No Pacaembu, o volante do Penapolense resolveu fazer jus ao apelido: acertou uma solada medonha, na nuca de Wesley, e deixou o Palmeiras com um homem a mais.

A vantagem numérica acendeu os comandados de Gilson Kleina na segunda etapa, e as oportunidades começaram a fluir como os golpes do verdadeiro Anderson Silva. Marcelo Oliveira cabeceou na trave logo no começo. Aos 11 minutos, Marquinhos Gabriel forçou o goleiro Samuel a uma ótima defesa em chute cruzado. O goleiro da equipe visitante voltou a aparecer bem ao espalmar uma bomba de Wesley.

O "nocaute" alviverde veio aos 20 minutos: Kardec recebeu enfiada dentro da área e cruzou, mas Samuel saiu do gol e espalmou nos pés de Marquinhos Gabriel. O meia, que havia entrado no intervalo no lugar de Valdivia, chutou para as redes e colocou o Palmeiras na frente.

Kardec ainda desperdiçou uma chance ao pegar de primeira um cruzamento da direita e bater por cima do gol. O Penapolense em nenhum momento chegou a incomodar ou sequer assustar Fernando Prass.

O Palmeiras terá pela frente agora um clássico, diante do São Paulo, no domingo, no Pacaembu. Já o Penapolense recebe o Mogi Mirim, em Penápolis, também no domingo. (com informações do Uol)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions