ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 25º

Esportes

Prefeitura quer atender mais 20 mil pessoas em projeto de lazer

Projeto de esporte e lazer foi lançado no Parque Ayrton Senna

Por Leonardo Rocha e Amanda Bogo | 29/07/2017 16:45
Prefeito Marquinhos Trad participou de evento de lançamento de projeto, no Aero Rancho (Foto: Amanda Bogo)
Prefeito Marquinhos Trad participou de evento de lançamento de projeto, no Aero Rancho (Foto: Amanda Bogo)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) lançou nesta tarde (29), no Parque Ayrton Sennam, o projeto Lazer e Cidadania, que tem a intenção de disponibilizar mais de 30 oficinas de esporte para a população, nos diversos parques da cidade. A meta é atender mais 20 mil pessoas até dezembro.

“Estamos oferecendo mais de 30 modalidades diferentes, e neste começo do ano até agora já tivemos 20 mil pessoas atendidas, a intenção é trazer as pessoas para os bairros, devolver a alegria para estas regiões”, disse Marquinhos.

O projeto começou no mês de maio, tendo a intenção de ter durante a semana mais de 100 horas de atividades de esporte e lazer, em oficinas de treinamento funcional, Zumba, grupo de corrida, futebol americano, academia da 3ª Idade, capoeira, ginástica, futsal, basquete, vôlei, beach tênis, futebol, yoga, alongamento, ciclismo e as novidades, que são os esportes aquáticos e lutas.

Ao todo são 11 locais que irão oferecer as atividades para este semestre. O diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Rodrigo Terra, aproveitou a oportunidade para divulgar o calendário de atividades até o final do ano, tendo a meta de atingir mais 20 mil pessoas.

Escola de ciclismo – O prefeito também inaugurou no Parque Ayrton Senna, a primeira escola pública de ciclismo de Campo Grande, que já está com inscrições abertas e vai começar as aulas no dia 1° de agosto (terça-feira).

A intenção é que os alunos tenham aulas de introdução ao ciclismo e aqueles que tiverem destaque, vão ter uma preparação (aulas) para alto rendimento, e posteriormente para a disputa de competição na modalidade.

Gestores – Também foi assinado um decreto escolhendo sete pessoas para fazer a gestão do Parque Ayrton Senna, sendo composta por quatro moradores e três representantes da Funesp.

“Quem conhece a realidade daqui é a própria comunidade, antes eram designados para esta tarefa apenas cabos eleitorais, não sendo bem administrados, agora com participação efetiva dos moradores queremos mudar este quadro”.