ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 26º

Esportes

Segredo do Campo Grande Gravediggers é a união, diz running back André Borges

Por Paulo Nonato de Souza | 06/07/2015 15:01
O campo-grandense André Borges é o principal pontuador da Super Copa São Paulo de Futebol Americano. Fez 13 touchdown e vai para a final como destaque da competição (Foto: Divulgação)
O campo-grandense André Borges é o principal pontuador da Super Copa São Paulo de Futebol Americano. Fez 13 touchdown e vai para a final como destaque da competição (Foto: Divulgação)

Faltando seis dias para a grande final da Super Copa São Paulo de Futebol Americano, contra o São Paulo Storm, domingo, dia 12, às 13h (MS), em Osasco, o Campo Grande Gravediggers vive momentos de muita ansiedade, confessa o vice-presidente e jogador do time campo-grandense, André Borges, um dos destaques do campeonato promovido pela Federação Paulista de Futebol Americano.

“Não consigo parar de pensar na final de domingo. Nem consigo fazer nada, só penso no jogo. É muita ansiedade mesmo, vontade de chegar logo o momento de ir para o campo e jogar”, disse André Borges, de 24 anos, principal pontuador do campeonato com 80 pontos em 13 em jogadas de touchdown (vale 6 pontos) e 2 em uma conversão.

Fora de jogo, André Borges, de 24 anos, atua como dirigente do Campo Grande Gravediggers. Em campo, ele joga de running back, que é o jogador com a missão de correr com a bola até a chamada “end zone”, a linha de fundo do time adversário para se consagrar no touchdown, principal jogada do futebol americano, com importância equivalente ao gol, e tem chamado a atenção dos torcedores e da imprensa especializada.

“Não me vejo como o destaque do time, porque o destaque é todo o nosso time, que está muito unido. E foi essa união que trouxe a gente para a final. Temos uma base que se mantém há três anos e isso facilita o entrosamento, o jogo flui mais em campo, mas se tivesse que definir o segredo da nossa boa campanha diria que é a união da equipe”, afirmou André Borges.

O Campo Grande Gravediggers entrou na Super Copa São Paulo como convidado da Federação de Futebol Americano de São Paulo, no grupo dos times batizados de “estrangeiros” pela própria organização por serem de outros estados. Se alguém pensou que o time campo-grandense seria o “patinho feio” da competição, estava muito enganado. É o único invicto do campeonato com seis vitórias em seis jogos e chegou à final sobrando em todos os aspectos em relação aos adversários.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário