A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/11/2014 07:53

Seleção italiana é fator determinante e douradense retorna ao futsal europeu

Renan Nucci
Sul-mato-grossense defende a seleção italiana desde 2009. (Foto: Arquivo Pessoal)Sul-mato-grossense defende a seleção italiana desde 2009. (Foto: Arquivo Pessoal)

As dúvidas entre aceitar a proposta de alguma equipe da Liga Nacional de Futsal ou retornar à Itália, onde tem grande prestígio, acabaram para o douradense Alex “Babalu” Merlin, 28 anos. O ala decidiu que vai continuar na Europa, onde defende a Alter Ego Luparense e também a seleção italiana. “A seleção pesou bastante”, disse o jogador que é naturalizado.

Ele retornou ao continente europeu na semana passada, para dar continuidade aos trabalhos da temporada, após passagem pelo Brasil para uma cirurgia no joelho esquerdo, feita em agosto. Enquanto esteve por aqui, Babalu recebeu convites de equipes de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que disputam a Liga Nacional.

Apesar do assédio, o prestígio que conquistou na Itália através dos títulos com a Luparense e a seleção foram fatores determinantes, pois ele entendia que, caso optasse por ficar no Brasil, dificilmente voltaria a ser convocado para representar seu “segundo” país. O contrato com o clube vence em junho e ele não esconde a possibilidade de voltar.

Carreira - Alex “Babalu” Merlim passou por diversos times de Dourados antes de seguir para o futsal profissional. Jogou no Despachante Mato Grosso, Corte Aço e Comercial Mariano. Neste último, foi bicampeão da Copa Morena nos anos de 2004 e 2005. Com 17 anos disputou o Campeonato Paulista pelo Bebedouro e chegou à final na disputa do título do interior. A transferência para o exterior aconteceu na temporada 2007/2008 quando foi contratado pelo Augusta (ITA).

No primeiro ano chegou à decisão da Copa da Itália, mas perdeu para a Luparense. No mesmo ano foi campeão na categoria sub-21. Pela Luparense, Babalu se sagrou campeão do Scudetto por duas vezes (2011/2012 e 2013/2014), uma vez da Copa da Itália (2013/2013) e duas vezes da Supercopa da Itália (2012 e 2013). Na seleção, foi terceiro colocado na Copa do Mundo de 2012, na Thailândia, e campeão europeu em 2014.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions