A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/01/2013 17:11

Times da Capital apostam em treinadores experientes para retomar título

Gabriel Neris e Helton Verão
Elói Kruger assumiu comando do Novoperário e disputará o bicampeonato da carreira (Foto: Rodrigo Pazinato)Elói Kruger assumiu comando do Novoperário e disputará o bicampeonato da carreira (Foto: Rodrigo Pazinato)

Representado por Comercial, Cene e Novoperário, o futebol de Campo Grande tenta tomar a taça do Campeonato Estadual do interior do Estado. No ano passado, o título ficou com o Águia Negra. E para isso, o trio aposta na experiência e passado de conquistas dos seus treinadores.

O Comercial, time com o maior número de títulos entre os competidores, contará com Mirandinha no comando. Tricampeão Estadual, todos pelo Cene (em 2002, 2005 e 2011), o treinador assumiu o Colorado em meio à possibilidade de rebaixamento no ano passado. Agora com o trabalho começando do zero, o treinador espera lutar pelo tetracampeonato. “O espírito é para vencer, são excelentes equipes e teremos uma boa competição”, comenta.

O treinador disse que 100% do elenco passaram pela mão dele e avalia o desempenho de cada um durante os treinamentos. “Estou empolgado como sempre estive e quero passar essa empolgação para a equipe”, diz.

O Cene conta com o mais experiente treinador. Valter Ferreira acumula cinco títulos em Mato Grosso do Sul. O técnico foi campeão em 1992 pelo Nova Andradina, foi bi no ano seguinte com o Comercial, faturou o terceiro pelo Chapadão do Sul em 1995, e voltou a ser campeão em 2003, com o Chapadão do Sul, e 2004 pelo Cene.

O auxiliar-técnico Paulo Muller acredita que as passagens vitoriosas pesam a favor do Furacão Amarelo. “É um ponto positivo e será importante contar com essa experiência”, avalia. Valter retornou ao Cene no ano passado em meio à disputa do Campeonato Estadual e chegou até as semifinais quando foi eliminado pelo Águia Negra.

Tricampeão, Mirandinha brigará pelo primeiro título a frente do Comercial (Foto: Rodrigo Pazinato)Tricampeão, Mirandinha brigará pelo primeiro título a frente do Comercial (Foto: Rodrigo Pazinato)

No Novoperário, Elói Kruger assume a função de treinador no lugar de Paulo Rezende, campeão da Série B. Em 2007, Kruger levou o Águia Negra ao seu primeiro título regional. “O time vem para surpreender”, avisa. Kruger afirmou que o time larga em desvantagem na competição pela troca de comando e o trabalho começará do zero.

O treinador disse que não haverá tempo suficiente para montar a equipe para a estreia, porém acredita que na segunda ou terceira os jogadores já irão assimilar o “espírito Elói”. Kruger comentou que o trabalho é a longo prazo e citou parâmetros de trabalho para a equipe.

“A preparação tem que ser boa, mas a pré-temporada vai invadir a competição. A importância de a equipe ter consciência das vitórias, não se consolida uma equipe sem vitórias”, diz. Kruger também pediu para que os atletas não carreguem o peso da história do Operário Futebol Clube, campeão Estadual com 10 títulos e que está fora da competição.

O Campeonato Sul-mato-grossense começa no dia 19 de janeiro, dia em que o Novoperário visita o Aquidauanense no estádio Noroste. Em Campo Grande, Comercial e Cene fazem o clássico da rodada no estádio Morenão. A competição conta com 14 equipes divididas em duas chaves.

Cinco vezes campeão, Valter Ferreira é a esperança do Cene (Foto: Arquivo/Rodrigo Pazinato)Cinco vezes campeão, Valter Ferreira é a esperança do Cene (Foto: Arquivo/Rodrigo Pazinato)

Elencos – O grupo cenista conta com 22 jogadores e poucas caras conhecidas da torcida. Permanecem na equipe os laterais Cafu e Fabiano, os zagueiros Naka e Jaime, os volantes Vinicius e Márcio José, os meio-campistas Keverson e Érik e os atacantes Buiu e Careca.

Já o renovado elenco do Comercial conta com 19 jogadores. Entre os destaques estão o lateral-direito Dioguinho, com passagem pelo São Caetano, e o volante Giovane Gaúcho, que passou por Atlético Mineiro e Bragantino. Também estão no grupo jogadores conhecidos do torcedor sul-mato-grossense, como o volante Andrinho, ex-Operário, e o meia Giggio, ex-Chapadão do Sul.

No Novoperário foram mantidos o volante Edmilson Dubinha, que atuou por Paraná Clube e Palmeiras, e Serginho, que já vestiu a camisa de todos os grandes da Capital. Nesta semana três jogadores foram contratados a pedido de Elói. Foram apresentados um goleiro, um zagueiro e um meia-atacante.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions