A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/04/2014 17:15

Torcedores do Cene denunciam que foram vítimas de truculência em Rio Brilhante

Helton Verão
Cerca de 60 torcedores foram a Rio Brilhante para torcer pelo time da Capital (Foto: Arquivo Pessoal)Cerca de 60 torcedores foram a Rio Brilhante para torcer pelo time da Capital (Foto: Arquivo Pessoal)

Os cerca de 60 torcedores cenistas que foram até o estádio Ninho da Águia neste domingo para acompanhar a partida de ida entre Águia Negra e Cene, acusam terem sido maltratados dentro das dependências do local e que um dos policiais militares teria agido com abuso de autoridade, disparando spray de pimenta contra as pessoas sem necessidade.

De acordo com os torcedores, o atrito começou quando foi solicitada a retirada das faixas do clube da Capital, que estariam tampando as logomarcas dos patrocinadores. “Um senhor de camisa polo rosa pediu para tirar as faixas, em seguida um policial militar educadamente veio conversar com a gente, quando de repente, outro policial mais exaltado chegou disparando o spray. Mulheres e crianças que estavam no local também sentiram o efeito. Em seguida este policial retirou seu nome de identificação da farda”, relata um dos torcedores que enviou as fotos e relatou o caso. Ele não quis se identificar.

Momento em que o bate boca se intensificou (Fotos: Torcida Cene)Momento em que o bate boca se intensificou (Fotos: Torcida Cene)
Policial que os torcedores acusam de disparar o spray e tirar sua identificação da farda (Foto: Torcida Cene)Policial que os torcedores acusam de disparar o spray e tirar sua identificação da farda (Foto: Torcida Cene)

A discussão ficou pior após o spray, fotos tiradas pelos próprios torcedores foram registradas com o bate boca.

Os ânimos só foram acalmados com a chegada do presidente do Cene, José Rodrigues, que pediu aos torcedores para se afastarem dos PMs. “Acabaram jogando spray de pimenta e os torcedores se exaltaram, pedi para eles se acalmarem e sai de perto dos policiais”, conta Rodrigues.

Já a Polícia Militar de Rio Brilhante conta que foi necessária a utilização do spray para dispersar os torcedores. “Eles tentaram agredir o policial e estavam desacatando os homens que faziam a segurança na divisa das torcidas”, relata o tenente Aldo, da Polícia Militar de Rio Brilhante.

A versão da retirada das faixas sobre as marcas dos patrocinadores foi confirmada pelo tenente e que ela não teria sido atendida a principio. “Pedimos que mudassem de lugar a faixa apenas, quando aconteceram algumas manifestações”, conta.

Sobre o policial que disparou o spray e teria tirado seu nome da farda para que os torcedores não vissem seu nome, Aldo diz que a situação não aconteceu e que todo o apoio foi dado aos torcedores e nenhuma representação foi feita pelos mesmos. "Foi em um momento em que os animos estavam exaltados e o Cene estava perdendo a partida", lembra o tenente.

Cene e Águia Negra fazem a grande final no domingo (13), às 15 horas, no estádio Morenão. O rubro-negro de Rio Brilhante joga pelo empate para ficar com o tricampeonato. Já a equipe da Capital precisa de uma vitória simples para conquistar o hexacampeonato.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions