A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/10/2009 18:12

Torcida faz recepção calorosa a craques da Seleção

Redação

Quando o portão de desembarque do Aeroporto Internacional de Campo Grande se abriu, por volta das 17h20, gritos e aplausos diante dos craques Kaká, Gilberto Silva e Luis Fabiano mostraram o primeiro poder da torcida em Campo Grande.

O grupo ficou em Mato Grosso do Sul, enquanto o restante do time segue para enfrentar a Bolivia, em La Paz.

Rapidamente, os jogadores da Seleção Brasileira percorreram o corredor sob escolta de 32 policiais militares, entraram num microonibus e seguiram para o Hotel Bahamas, no centro de Campo Grande.

O cenário era bem familiar, com pais e mães espremidos numa multidão de cerca de 200 pessoas dentro do aeroporto. Sem contar as crianças e os idosos que, antes do desembarque dos craques, fitavam o portão que se abria a todo o momento, na esperança de poder vê-los.

No local desde as 15h, a jovem Giovana Godoy, 29 anos, aguardava ansiosa o momento em que veria Kaká e Luis Fabiano. "Eu admiro e acho que esse jogo em Campo Grande serve para divulgar e fortalecer mais o nosso Estado".

Na companhia do pai Luiz Valter, 52 anos, o adolescente Ariel de Moraes, 14 anos, também chegou cedo ao aeroporto. Sem nenhuma vergonha, Ariel se intitula fã do craque Kaká e disse ter ido ao local para ver o ídolo, considerado por ele "o melhor jogador da Seleção".

Dentre a multidão estava Nair Pereira, de 71 anos. Ela foi até o aeroporto com a filha Auxiliadora Pereira, 40 anos, e ficou na linha de frente da torcida. "Eu amo a Seleção, todos são excelentes jogadores, mas o Kaká é muito bom".

Quando o trio desembarcou, a torcida começou a entregar papeis para que fossem assinados. Kaká foi muito atencioso e garantiu a assinatura em vários blocos, o que levou a torcida ao delírio. Na chegada ao hotel, o craque conversou com a imprensa e apenas comentou que a "recepção na Capital foi muito boa".

O presidente da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), Francisco Cezário e o senador Delcídio Amaral (PT) acompanharam a Seleção até o Hotel Bahamas.

Jogo - O jogo entre Brasil e Venezuela acontecerá na próxima quarta-feira (14), no estádio Morenão, a partir das 18h.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions