ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 28º

Esportes

Vôlei feminino estreia domingo e futebol masculino faz segundo jogo

Meninas entram em quadra às 8h45 no horário de MS; antes, os garotos do futebol jogam às 4h30

Por Nyelder Rodrigues | 24/07/2021 19:10
Equipe feminina de vôlei do Brasil estreia nesse domingo nos Jogos Olímpicos de Tóquio (Foto: Miriam Jeske/COB)
Equipe feminina de vôlei do Brasil estreia nesse domingo nos Jogos Olímpicos de Tóquio (Foto: Miriam Jeske/COB)

A seleção brasileira feminina de vôlei estreia nesse domingo (25) às 8h45 (horário de MS) nos Jogos Olímpicos de Tóquio em duelo contra a Coreia do Sul. O treinador José Roberto Guimarães já escalou o time que vai iniciar a partida e está pronto para o duelo que abre a busca pelo terceiro ouro do voleibol feminino.

Foram convocadas as levantadoras Macris e Roberta, a oposta Tandara, a ponteira/oposta Rosamaria, as ponteiras Natália, Fernanda Garay, Gabi e Ana Cristina, as centrais Carol Gattaz, Carol e Bia e a líbero Camila Brait.

Ao lado da Sérvia, do Japão, da Coréia do Sul, da República Dominicana e do Quênia, o Brasil está no Grupo B das Olimpíadas. As equipes se enfrentarão dentro do grupo e as quatro melhores passarão às semifinais da competição.

Já o futebol masculino, que estreou com vitória por 4 a 2 e dois gols de Richarlison, agora tem um novo desafio: encarar os africanos da Costa do Marfim. O duelo acontece na madrugada brasileira, a partir das 4h30 no fuso horário de MS.

O treinador André Jardine comandou um trabalho tático para aprimorar o posicionamento defensivo em bolas paradas e a movimentação na zona de criação da equipe no último treino. Douglas Luiz e Nino ficaram de fora dos trabalhos por cansaço muscular e serão avaliados até o jogo de amanhã contra a Costa do Marfim.

"Vai ser um jogo difícil. A Costa do Marfim tem muita força na frente. Será um jogo mais físico. Eles são mais imprevisíveis taticamente, o que pode dificultar ainda mais para nós. Vamos ter que entrar com um nível muito alto de concentração e intensidade. Muito ligados desde o início", avaliou Jardine.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário