ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  29    CAMPO GRANDE 22º

Jogo Aberto

Acaso? Governo tem carros com placas iniciadas em REY

Por Anahi Zurutuza, Bárbara Cavalcanti, Adriel Mattos e Adriano Fernandes | 09/11/2021 06:00
Veículos foram entregues durante agenda pública na segunda-feira. (Fotos: Direto das Ruas)
Veículos foram entregues durante agenda pública na segunda-feira. (Fotos: Direto das Ruas)

Coincidência? – Acaso ou não, as placas dos 36 veículos entregues pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), durante agenda pública nessa segunda-feira (8), têm placas começadas com a sigla REY. Apesar do “Y”, a combinação de letras coincide, sonoramente falando, com a primeira sílaba do nome do chefe do Executivo estadual.

Objetivo – Os Fiat Cronos não foram comprados, contudo, para levar o nome de Reinaldo aos municípios do interior e sim, para serem usados na ampliação do programa Mais Social.

Acaso sim – Embora proprietários de veículos tenham o direito de escolher as placas pagando uma taxinha a mais por isso, é mais provável que a sigla REY dos novos carros do Governo do Estado seja coincidência mesmo e não uma proposital combinação com o nome do governador. É que a última sequência escolhida pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) para emplacamento de automóveis no Estado era REW. Esgotadas as 9.999 possibilidades numéricas, conjunto contendo o ípsilon seria lançado pela lógica da ordem alfabética, divulgou o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), em julho deste ano.

Segundo organizador, Marquinhos é presença garantida todo ano.
Segundo organizador, Marquinhos é presença garantida todo ano.

Baileiro – O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), é um grande apreciador de bailes. Tanto que marcou presença no domingo (7), no bailão da Galera do Chapéu, organizado pelo radialista José Osmar Soares Pereira, conhecido como Bissurdo.

Só não dançou – Marquinhos cumprimentou o público e até discursou, mas o organizador garante que ele não fala de política. Apesar da empolgação, o prefeito não fez jus ao evento e dançou no bailão.

Não gostei – O deputado estadual Renan Contar (PSL) apresentou moção de repúdio ao prefeito de Nova Andradina, Gilberto Garcia (PL), que assinou decreto exigindo passaporte sanitário para adentrar estabelecimentos privados e públicos. A proposição ainda precisa ser aprovada pelos demais membros da Assembleia Legislativa.

Acho que não pode – Na avaliação do deputado, o decreto violaria a Constituição Federal e a liberdade individual. “O decreto além de absurdo padece de embasamento técnico e evidências científicas, adaptadas à realidade de Nova Andradina, tornando tal decisão na contramão de todos os atuais dados dos órgãos de controle de saúde”, escreveu na moção.

Goste ou não – Em entrevista ao Campo Grande News, o prefeito explicou que a medida visa dar um forte incentivo à vacinação, que vem perdendo ritmo no Estado. “Vamos forçar a barra para que a população se vacine e quem achar ruim, que fique em casa”, disparou.

Não caiu – A diretoria da Santa Casa de Campo Grande avisou aos funcionários que o salário referente a outubro deve atrasar. Em 2020, os trabalhadores também já tinham recebido após o quinto dia útil.

Paciência – Em comunicado interno, a direção justificou que depende dos repasses do Poder Público para quitar a folha. O informe não aponta o valor desses repasses e de qual ente está pendente.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário