ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 29º

Jogo Aberto

André ganha em votos e também em rejeição

Ângela Kempfer, Anahi Zurutuza e Gabriela Couto | 01/09/2022 06:00

Pesquisa Ipec - A primeira pesquisa eleitoral do Ipec, divulgada ontem pela TV Morena, confirma André Puccinelli (MDB) na dianteira na disputa pelo Governo de Mato Grosso do Sul, com 25% de intenções de votos. Mas a diferença é pequena em relação ao segundo colocado. Marquinhos Trad (PSD) conseguiu 20% da preferência dos eleitores, seguido por Eduardo Riedel (PSDB) com 14% dos votos.

Na sequência - Na corrida, em quarta posição aparece Rose Modesto (União Brasil), com 12% e em quinto, surge Renan Contar (PRTB), com 8%. Embolados na lanterninha estão Adonis Marcos (PSOL) e Giselle Marques (PT), ambos com 1% segundo o Ipec. Magno Souza (PCO) não saiu do índice 0.

Indecisos - O que continua chamando atenção é o percentual de votos em branco ou nulo (8%) e de pessoas que não sabem ou não responderam (12%). Somados, são números que podem mudar qualquer eleição.

Rejeição - No quesito rejeição, o ranking repete as duas primeiras posições: André também é recordista em respostas negativas: 25% dos entrevistados disseram ao Ipec que de jeito nenhum votariam no ex-governador. Depois vem Marquinhos Trad, com 19% de rejeição. Na sequência, aparecem Capitão Contar (8%), Adonis Marcos (7%), Eduardo Riedel (7%), Rose Modesto (7%), Giselle Marques (6%) e Magno de Souza (4%). Outros 7% disseram que poderiam votar em todos.

Registrada - Os pesquisadores do Instituto saíram às ruas entre 28 e 30 de agosto, ouvindo 800 pessoas em 28 municípios do Estado. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE sob o número MS-06162/2022.

Postagem de dermatologista, @fernandadermato, no Instagram foi parar no Twitter e viralizou. (Foto: Reprodução)
Postagem de dermatologista, @fernandadermato, no Instagram foi parar no Twitter e viralizou. (Foto: Reprodução)

Botox em dia – Análise de uma dermatologista do Maranhão sobre a pele dos candidatos à Presidência foi o comentário do Twitter nesta quarta-feira (31). Com o “botox em dia”, as sul-mato-grossenses Simone Tebet (MDB) e Soraya Thronicke (UB) foram elogiadas pela médica. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também lança mão do procedimento estético, na opinião da profissional. Quem precisa dar um up no visual é Jair Bolsonaro (PL). “Pele bem manchada, sem contorno facial, lábios retraídos, rugas dinâmicas. Eu faria laser e peelings”, comentou sobre o atual presidente.

No salto – A prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo (PP), parece estar levando a sério a expressão “botar a mão na massa” para gerar engajamento. Nos últimos dias, ela colheu alface em horta, pilotou retroescavadeira e sem descer do salto, usou mangueira para despejar piche numa rua em obras. Obviamente que tudo foi filmado e os vídeos instagramáveis alimentaram a rede social da própria.

Pé no acelerador – Faltando menos de um mês para as eleições, candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul estão acelerando as visitas aos municípios do interior. Eduardo Riedel (PSDB) vai maratonar por Coxim, Campo Grande e Três Lagoas em um só dia, enquanto Marquinhos Trad (PSD) faz Corumbá, Jardim, Guia Lopes da Laguna e Bonito, e Capital Contar (PRTB) passa por Rochedo, Corguinho e Rio Negro. Um pouco mais contido, André Puccinelli (MDB) passa o dia em Dourados.

Sola dos sapatos - Já as candidatas Giselle Marques (PT) e Rose Modesto (UB) cumprem agenda em Campo Grande, mas com previsão de gastar a sola dos sapatos. A petista percorre ruas dos bairros Santa Mônica, Vila Romana e Vila Bordon pela manhã, faz caminhada pelo Dom Antônio Barbosa à tarde e se reúne com eleitores no Jardim Seminário à noite. Rose tem reuniões em empresas e nas casas dos apoiadores.

UFN3 - Mais um passo para a conclusão da UFN3 foi dado. Conforme divulgação da Petrobras, os potenciais compradores habilitados para compra receberam um documento com instruções detalhadas sobre o processo de desinvestimento, bem como orientações sobre os próximos passos para envio das propostas.

Nos siga no Google Notícias