A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


06/09/2014 07:00

Assessoria confunde MS com MT e fica sem saber onde está ministro

Edivaldo Bitencourt

Perdida – A assessoria de perdeu o rumo sobre o destino do ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República. No site, a informação era Campo Grande (MT). Por telefone, a assessoria informou que era a capital do Mato Grosso.

Perdido 2 – O ministro também se confundiu ao informar sobre a sua situação. Ele disse que se licenciou para se dedicar a campanha. No entanto, até a sua agenda é disponibilizada no site oficial do ministério.

Mistério – Para atiçar a militância petista, Carvalho fez reunião secreta com cerca de 200 pessoas. O encontro, que ocorreu no comitê de Delcídio, foi fechado para a imprensa. Na saída, nenhum petista quis falar com a imprensa sobre a orientação do ministro.

Estratégia – Com a divulgação da nova pesquisa, os candidatos começam a definir a estratégia para a reta final da campanha eleitoral. Delcídio do Amaral (PT) vai trabalhar para manter a vantagem de dois pontos sobre os adversários para tentar liquidar a disputa no primeiro turno.

Segundo lugarReinaldo Azambuja (PSDB) garantiu o segundo lugar isolado na disputa. Agora, para avançar mais e garantir o segundo turno, ele passa a lutar pelo mesma faixa de eleitorado do petista. Delcídio precisa perder pontos para que a decisão vá para o último domingo de outubro.

Marina – Nelsinho Trad (PMDB) ainda tem o fator Marina Silva (PSB) para recuperar os pontos e mostrar fôlego para chegar ao segundo turno. Ele deve mirar Reinaldo e Delcídio para reconquistar o posto de segundo colocado.

Em queda – Após conquistar o segundo lugar na disputa pelo senado, o ex-prefeito Alcides Bernal (PP) começou a cair nas pesquisas. Segundo o Ibope, ele caiu de 24% para 18%. A candidatura de Bernal ainda depende do julgamento pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Em alta – O petista Ricardo Ayache dobrou as intenções de voto em um mês, passou de 6% para 12%. Ele está em empate técnico com Bernal, considerando-se a margem de erro de três pontos. Ayache pode estar com 15%, mesmo índice do progressista.

Na mesma – A vice-governadora Simone Tebet (PMDB) continua na liderança absoluta, com 34%, segundo o Ibope. Por enquanto, ela não perdeu voto para os adversários, nem os mais diretos (Bernal e Ayache) nem para os nanicos (Antônio João e Lucien Rezende).

Anarquistas de shopping - Em meio a propaganda de candidatos que estampa o parabrisa traseiro de veículos, circulam pelas ruas de cidade, incluindo os estacionamentos de centros comerciais, adesivos defendendo o voto nulo como opção de mudança. A campanha só não explica quem governaria ou legislaria.  

(colaboraram Kleber Clajus, Ludyney Moura e Marta Ferreira)

A missão espinhosa de Marun
Casa cheia - No discurso em que saudou Carlos Marun como seu novo ministro da Secretaria de Governo, Michel Temer disse ter ficado preocupado com a p...
Só praças estão presos por cobrar propina
Só praças – A investigação sobre o envolvimento de policiais militares com a “Máfia do Cigarro” indica que, por ora, não há oficiais entre os policia...
Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions