A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


08/03/2016 06:00

Ato dia 13 pode ter confronto de adversários nas ruas

Waldemar Gonçalves

Dia 13 – O risco de confronto entre grupos pró e contra o governo do PT, em protestos marcados para o próximo domingo (13), está cada vez mais alardeado nas redes sociais da internet e é tão iminente que, ontem, mobilizou até o núcleo político do Palácio do Planalto. Em Campo Grande, oficialmente, organizadores de ambos os lados negam – e até se manifestam contrariamente – que sejam responsáveis por defender o embate direto nas ruas.

Provocações – Sábado passado, no entanto, durante manifestação em favor de Lula no Centro de Campo Grande, lideranças chegaram a sugerir que manifestantes anti PT levem, para o protesto contra a corrupção, faixas contrárias ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), adversário declarado do governo petista. Manifestar contra a corrupção apenas citando petistas não retrataria a realidade, disseram. Internamente, a ordem é minar a disseminação de mensagens que instiguem o confronto grupos nas ruas.

Cobertura I – Imóvel de um campo-grandense ganhou destaque da imprensa nacional ontem. Trata-se de uma cobertura usada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no mesmo prédio em que ele mora, em São Bernardo do Campo, e que pertence ao aposentado Glaucos da Costamarques. Ele é primo do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo pessoal do petista e preso pela Operação Lava Jato.

Cobertura II – Segundo o jornal Estadão, Lula paga R$ 4,3 mil pelo aluguel da cobertura, que foi alvo de mandado de busca e apreensão da Lava Jato na sexta-feira passada. No local estaria guardado acervo que Lula doou ao PT. Conforme a mesma fonte, a Lava Jato apura se o ex-presidente estaria ocultando patrimônio, como suspeita-se no caso de um sítio em Atibaia (SP).

Cobertura III – Ao mesmo Estadão, o Instituto Lula confirmou que a cobertura é alugada pelo ex-presidente. "Ali precisava ser de alguma pessoa que comprasse aquilo e não tivesse interesse de usar. Todo mundo que comprasse aquilo saberia que aquilo ali sai de frente a frente ao apartamento [de Lula]. Você ser vizinho de um político sempre tem transtorno, então a pessoa que vai comprar não pode ser uma pessoa desconhecida", explicou Paulo Okamotto, presidente da instituição.

Butantan – O ex-governador André Puccinelli não perdeu a chance de fazer piada sobre a presença de várias lideranças políticas no ato de filiação do deputado estadual Marcio Fernandes ao PMDB, ontem de manhã. “Aqui está igual o (Instituto) Butantan. Tem cobra criada de tudo que é partido. Amizade, amizade. Negócios à parte”, disse ele, citando instituição especializada na produção de soros – contra picadas de cobras, por exemplo – e vacinas. Ressaltou que era uma brincadeira para descontrair o ambiente.

Candidatura – Além de Puccinelli e outros correligionários, várias lideranças partidárias participaram da filiação de Marcio Fernandes, incluindo o governador, Reinaldo Azambuja (PSDB). Para quem achou que o parlamentar já chegaria oficializando sua pré-candidatura a prefeito de Campo Grande, o deputado estadual teve outro discurso, de foco na reeleição em 2018, mas não deixou de ser citado por novos colegas de partido como nome peemedebista à sucessão municipal.

Perto do fim – O imbróglio acerca do Aquário do Pantanal voltou a ser comentado ontem pelo governador. Reinaldo disse que espera conciliação nos próximos dias com a Egelte para retomar as obras. Falou que o Estado já tem recurso disponível e só falta fechar a planilha da obra, onde há divergências entre os valores apontados pelo governo e a empreiteira, e também lembrou que o local pode servir tanto para o turismo como à pesquisa.

Despejados – O espaço não era deles, por isso parece contraditório, mas ontem moradores da Cidade de Deus perderam tudo o que tinham. Quem acompanhou a transferência da favela viu gente desesperada e também quem nem sabia como reagir à notícia de que seria retirado debaixo de seu único teto. Barracos, construídos em espaço público, que perderam sob justificativa de que o chão não é deles por direito.

Falando sozinha – Desde sexta-feira passada a rádio Grande FM, de Dourados, anuncia entrevista exclusiva ao vivo com o senador Delcídio do Amaral (PT-MS). Primeiro, a rádio informou que a entrevista tinha sido adiada por causa da viagem dele para São Paulo. Ontem, mais uma vez a emissora anunciou que a conversa estava confirmada com a assessoria do senador para as 10h, mas não aconteceu.

(Com a redação)

Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions