A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


10/07/2014 06:00

Bernal ainda causa insônia

Edivaldo Bitencourt

Insônia política - Alcides Bernal (PP) ainda tem esperanças de retornar a cadeira de prefeito. Estão pendentes na Justiça estadual julgamento do mérito de duas ações. A expectativa tira o sono de Gilmar Olarte (PP), o vice que assumiu com a cassação do eleito.

Mudanças - O deputado Marcio Monteiro (PSDB) ressaltou que a eleição deste ano teve ter uma participação maior na internet e redes sociais. "Em 2010 se esperava muito das mídias sociais, mas foi abaixo do esperado, em 2012 este patamar melhorou e deve evoluir este ano”, prevê.

Carro chefe – No entanto, o dirigente tucano acredita que o principal cabo eleitoral da campanha continua sendo a televisão. Na avaliação de Monteiro, não há nada que chegue perto da força da TV na campanha deste ano.

Perda - Monteiro ressaltou que a desistência da deputada Dione Hashioka (PSDB) de sua reeleição foi uma perda para o partido, assim como a seleção brasileira contra a Alemanha, na Copa do Mundo, mas que nos dois casos deve se seguir em frente e buscar o melhor nesta campanha.

No páreo - O deputado Eduardo Rocha (PMDB) acredita que três candidatos ao governo estão no mesmo nível, e que vai ganhar o jogo quem se esforçar mais e apresentar estratégia mais eficiente aos eleitores. Ele se referiu a Nelsinho Trad (PMDB), Reinaldo Azambuja (PSDB) e Delcídio do Amaral (PT).

Mais rico - Sobre o fato de Azambuja ser o candidato mais rico ao governo do Estado, Monteiro afirmou que o deputado não nasceu nestas condições e sim conquistou ao longo da vida, e que isto é o resultado de um bom administrador e gestor. "Só mostra sua competência e aplicação na administração".

Candidatinho – O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), tem uma condição para continuar na disputa neste ano. Ele disse que não vai fazer de conta de disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. “Se for candidatinho, to fora”, garantiu o socialista.

TV – Com os sul-mato-grossenses amargurados e tristes com o massacre da seleção brasileira na Copa do Mundo, os candidatos continuam apostando na definição e gravação do horário eleitoral nesta semana. A campanha no corpo a corpo só vai começar para valer depois da final, que acontece domingo.

Mau exemplo – O MPE (Ministério Público Estadual) realizou reunião para discutir acessibilidade em um auditório sem acesso para cadeirante e cegos. O órgão admite que não dá bom exemplo. No entanto, uma comissão estaria organizando a adaptação dos prédios.

Questionamento – A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) questionou o pagamento de R$ 1,5 mil a um advogado contratado pela Câmara. Ela conferiu o pagamento no portal da transparência e o achou muito insignificante para um profissional defender o legislativo na ação contra Alcides Bernal.

(colaboraram Kleber Clajus, Lidiane Kober e Leonardo Rocha)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions