A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


01/08/2016 06:00

Bernal não escapa da alça de mira dos concorrentes

Waldemar Gonçalves

Uber tem apoio – Se manifestações de leitores do Campo Grande News servirem como base, vai ser difícil segurar a chegada do serviço Uber na cidade. No Facebook, ontem, o assunto chamou a atenção e a maioria dos comentários em reportagem do jornal era em defesa da iniciativa.

Com a palavra, o leitor – “Apoio!! Quando viajo só uso Uber!! Precisa aqui mesmo!!”, escreveu Thiago Santos. “Chega desta máfia dos táxi em Campo Grande”, mandou Paulo Fiorentiny. “Nada detém o progresso, o Uber é apenas uma questão de tempo para chegar a Campo Grande. Até porque como cliente, o direito de escolha do serviço que quero usar é apenas meu!”, opinou Felipe Danton.

Menos de 1 milhão – A Uber, no entanto, garante que ainda não há previsão para eventual entrada em Campo Grande. A última projeção, divulgada no começo do ano, era entrar em cidades com pelo menos 1 milhão de habitantes. A Capital de Mato Grosso do Sul está na casa dos 850 mil.

Bernal na berlinda – Críticas ao atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não faltaram nas convenções do PSDB e PT, que oficializaram candidaturas á sucessão municipal no sábado (30). Principalmente por causa da crise constante com a Câmara Municipal e problemas ‘famosos’ da cidade, como ruas esburacadas.

Tratativas difíceis – No encontro dos tucanos, o governador Reinaldo Azambuja disse que Campo Grande não está bem e precisa ser melhorada. Ainda lembrou que não se pode "separar" o Executivo do Legislativo e que as tratativas do governo estadual com o municipal sempre foram difíceis.

Relação harmônica – No caso do PT, o vereador Marcos Alex comentou que se vencer a eleição terá um tratamento diferenciado com os vereadores, para alcançar a tão sonhada relação harmônica entre os poderes. Diz que deixará os parlamentares ajudar na produção dos projetos e obras da cidade.

PTB com Marquinhos – Prefeito de Campo Grande por dois mandatos consecutivos (2005-2012), Nelson Trad Filho (PTB) convocou a imprensa para anunciar, na manhã desta segunda-feira (1º), sua decisão sobre as eleições municipais deste ano. Apoiará o irmão, Marquinhos Trad (PSD).

Caminhos possíveis – Havia três caminhos possíveis para o PTB: lançar Nelsinho para tentar um terceiro mandato, coligar-se com o irmão dele  ou fechar com Rose Modesto (PSDB). Pesquisas favorecendo Marquinhos teriam sido decisivas.

Conversando – O domingo foi de conversas intensas dentro do partido, com previsão, inclusive, de se estenderem até a noite. O PTB quer opinar no programa de governo do PSD e de eventual administração dele.

Cinco, até agora – O DEM adiou para o dia 5 a decisão acerca da candidatura do deputado federal Luiz Henrique Mandetta à Prefeitura de Campo Grande. Sendo assim, até o momento a Capital tem cinco candidatos já oficializados a prefeito: Adalton Garcia (PRTB), Athayde Nery (PPS), Rose Modesto (PSDB), Marcos Alex (PT) e Suel Ferranti (PSTU).

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions