A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


01/08/2016 06:00

Bernal não escapa da alça de mira dos concorrentes

Waldemar Gonçalves

Uber tem apoio – Se manifestações de leitores do Campo Grande News servirem como base, vai ser difícil segurar a chegada do serviço Uber na cidade. No Facebook, ontem, o assunto chamou a atenção e a maioria dos comentários em reportagem do jornal era em defesa da iniciativa.

Com a palavra, o leitor – “Apoio!! Quando viajo só uso Uber!! Precisa aqui mesmo!!”, escreveu Thiago Santos. “Chega desta máfia dos táxi em Campo Grande”, mandou Paulo Fiorentiny. “Nada detém o progresso, o Uber é apenas uma questão de tempo para chegar a Campo Grande. Até porque como cliente, o direito de escolha do serviço que quero usar é apenas meu!”, opinou Felipe Danton.

Menos de 1 milhão – A Uber, no entanto, garante que ainda não há previsão para eventual entrada em Campo Grande. A última projeção, divulgada no começo do ano, era entrar em cidades com pelo menos 1 milhão de habitantes. A Capital de Mato Grosso do Sul está na casa dos 850 mil.

Bernal na berlinda – Críticas ao atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), não faltaram nas convenções do PSDB e PT, que oficializaram candidaturas á sucessão municipal no sábado (30). Principalmente por causa da crise constante com a Câmara Municipal e problemas ‘famosos’ da cidade, como ruas esburacadas.

Tratativas difíceis – No encontro dos tucanos, o governador Reinaldo Azambuja disse que Campo Grande não está bem e precisa ser melhorada. Ainda lembrou que não se pode "separar" o Executivo do Legislativo e que as tratativas do governo estadual com o municipal sempre foram difíceis.

Relação harmônica – No caso do PT, o vereador Marcos Alex comentou que se vencer a eleição terá um tratamento diferenciado com os vereadores, para alcançar a tão sonhada relação harmônica entre os poderes. Diz que deixará os parlamentares ajudar na produção dos projetos e obras da cidade.

PTB com Marquinhos – Prefeito de Campo Grande por dois mandatos consecutivos (2005-2012), Nelson Trad Filho (PTB) convocou a imprensa para anunciar, na manhã desta segunda-feira (1º), sua decisão sobre as eleições municipais deste ano. Apoiará o irmão, Marquinhos Trad (PSD).

Caminhos possíveis – Havia três caminhos possíveis para o PTB: lançar Nelsinho para tentar um terceiro mandato, coligar-se com o irmão dele  ou fechar com Rose Modesto (PSDB). Pesquisas favorecendo Marquinhos teriam sido decisivas.

Conversando – O domingo foi de conversas intensas dentro do partido, com previsão, inclusive, de se estenderem até a noite. O PTB quer opinar no programa de governo do PSD e de eventual administração dele.

Cinco, até agora – O DEM adiou para o dia 5 a decisão acerca da candidatura do deputado federal Luiz Henrique Mandetta à Prefeitura de Campo Grande. Sendo assim, até o momento a Capital tem cinco candidatos já oficializados a prefeito: Adalton Garcia (PRTB), Athayde Nery (PPS), Rose Modesto (PSDB), Marcos Alex (PT) e Suel Ferranti (PSTU).

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions