A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/03/2014 07:00

Bernal pagou R$ 70 mil para arrumar sucata

Edivaldo Bitencourt

Irregularidades – O prefeito Gilmar Olarte (PP) encontrou irregularidades inimagináveis na gestão do antecessor, Alcides Bernal (PP). Os prejuízos assombram e superam em muita as estatísticas iniciais, como os prejuízos de R$ 193 milhões e a perda de R$ 171 milhões em habitação.

Máquina do Bernal – Entre as aberrações encontradas na auditoria, está o conserto de uma máquina inutilizável pela Secretaria Municipal de Saúde. Apesar do maquinário ser praticamente sucata, Bernal pagou R$ 70 mil pelo conserto. O valor foi parcelado em cinco vezes e a prefeitura segue sem o equipamento, que continua encostado.

Cancelado – Olarte assumiu logo após a cassação de Bernal e determinou a suspensão da quinta parcela do conserta da máquina. A Saúde, comandada por Ivandro Fonseca, aliás, é um celeiro de irregularidades. Uma outra foi a não convocação de médicos para rede público por não concordar com a nomeação de alguns candidatos.

OAB – A crise na OAB pode ter um desfecho no dia 7 de abril, quando o Conselho Federal julga o pedido de intervenção na seccional de Mato Grosso do Sul. Ex-presidentes lideram o pedido de afastamento de Júlio Cesar Rodrigues.

Biônicos – Entidade que sempre lutou pela democracia, a OAB/MS criou uma nova figura, a de diretor biônico, seguindo o exemplo do regime militar. Ontem, Júlio Cesar se avocou no direito de poderes para indicar quatro diretores biônicos. E assim, como se não tivesse crise nenhuma, deu continuidade à reunião do conselho.

Semana – O fim de semana promete ser de muita articulação política no Estado. Em jogo, as definições das candidaturas ao Governo, ao Senado, a deputado federal e estadual. A decisão mais importante, até o momento, é a decisão do governador André Puccinelli (PMDB), se disputa ou não o Senado.

Segundo escalão – Também estão na fila para decidir as candidaturas os secretários estaduais: Simone Tebet, Nelson Trad Filho, Edson Giroto, Carlos Marun e Tereza Cristina Dias. O secretário estadual de Obras pode continuar no cargo e abrir mão de disputar a reeleição.

Terceiro escalão – O prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB), lidera o terceiro grupo, que pode mudar as administrações municipais. Ele pode disputar o cargo de governador. Na Capital, o secretariado de Gilmar Olarte, que acabou de ser formado, vai ser alterado com a troca no Meio Ambiente, com a saída de Cezar Afonso para disputar uma  vaga na Assembleia.

Comando – A Polícia Militar abre a semana das mudanças com a troca de comando. Coronel Carlos Alberto David dos Santos vai para a reserva e deve disputar as eleições deste ano. Ele será substituído pelo coronel Valter Godoy. A solenidade acontece às 8h de segunda-feira.

AB – Olarte manteve a entrega dos kits escolares, apesar do material trazer as iniciais do antecessor, Alcides Bernal. Ele até brincou com a vaidade do prefeito cassado. Ele disse que o “AB” eram a marca da secretária municipal de Educação , Ângela Brito.

(colaboraram Lidiane Kober, Kleber Clajus e Luciana Brazil)

PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...
Quórum é motivo de "gracinha" na Assembleia
Presentes! Depois de três episódios neste ano de falta de quórum para votar projetos, o tema virou até motivo de puxada de orelha em tom de brincadei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions