A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


18/07/2014 06:00

Bernal quer voluntário para campanha de R$ 7 milhões

Edivaldo Bitencourt

Quieto – Sem muita notícia boa para divulgar e com projetos emperrando ou fracassando, o prefeito Gilmar Olarte (PP) adotou uma nova postura ontem. Ele limitou-se a um discurso durante evento com o Detran e evitou perguntas dos jornalistas. Alegou compromissos internos e saiu sem falar com a imprensa.

Lamúria – Olarte também tentou justificar a longa espera e o caos no atendimento dos postos de saúde. Ele disse que as unidades de saúde estão lotadas porque 30% dos pacientes são do interior do Estado. “Esta situação precisa mudar, já que na maioria dos casos, os pacientes poderiam ser atendidos nas suas cidades”, argumentou.

Sozinho – Outro destaque no evento do prefeito foi a ausência de vereadores. Nenhum parlamentar prestigiou a assinatura do convênio em que repassou a competência para o registro de ciclomotores da Agetran para o Detran.

Sinal vermelho – O presidente da Agetran, Jean Saliba, vai manter a multa de quem atravessar no sinal vermelho de madrugada. “Não podemos criar regras contra a lei, temos que cumpri-las”, avisou, ignorando apelo dos taxistas para o risco de assalto nos cruzamentos após às 22h.

Antes – Saliba ignora uma “regra” que vinha sendo adotada há anos pela segurança dos motoristas. Nas gestões de André Puccinelli e Nelson Trad Filho, motoristas não eram multados se furassem o sinal na madrugada. Só deviam respeitar a velocidade máxima da via.

Recesso – A Câmara Municipal conseguiu aprovar todos os projetos considerados importantes e entrou de recesso. Os vereadores vão ter duas semanas para fazer campanha. Os trabalhos no legislativo recomeçam no dia 5 de agosto.

Voluntário – O ex-prefeito Alcides Bernal (PP), que prevê gasto de R$ 7 milhões na campanha eleitoral, está apostando em voluntários para ser eleito. A campanha conta com a adesão dos ex-secretários no período em que ele foi prefeito, que tentam proliferar a idéia nas redes sociais.

De olho – O Tribunal Regional Eleitoral não tem poupado esforços para tentar disciplinar a campanha eleitoral deste ano. Juízes prometem acompanhar de perto e dar trabalho para quem aposta em notícias ofensivas e falsas para ganhar a eleição.

Fakes – Os perfis falsos no Facebook é o que mais tem dado trabalho para a Justiça Eleitoral. Nos últimos dias, a Justiça já mandou reduzir quase uma dezena de fakes que foram criados com o único objetivo de falar mal dos candidatos.

Agetran – As avenidas Lúdio Martins Coelho e Nasri Siufi, que formam a marginal Lagoa, contam com 10 quilômetros de extensão, mas apenas um radar de cada lado. Moradores da região acham pouco para frear a violência na via, que liga a Avenida Duque de Caxias ao anel rodoviário.

(colaboraram Leonardo Rocha, Kleber Clajus e Zana Zaidan)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions