A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/12/2011 07:00

Bonança

Jogo Aberto

Aniversário do paciente

Dourados comemora aniversário hoje em clima de restauração administrativa, com a maioria dos problemas cruciais resolvidos ou encaminhados. Nos últimos 30 dias o prefeito Murilo Zauith (PSB) se dedicou a agendas diárias nos bairros e distritos do município. Duas frases se transformaram no bordão das andanças - “Dourados está saindo da UTI” e “A cidade já respira sem ajuda de aparelhos”. As frases comparam a cidade ao pós operatório de um paciente de hospital, remetendo aos fatos que culminaram com a queda de Ari Artrose (expulso do PDT).

In loco

O governador André Puccinelli faz nessa manhã visita ao bairro Tiradentes, para conversar com moradores e saber qual a opinião deles sobre a operação realizada pela Polícia Militar para acabar com a onda de violência e criminalidade. Reportagem do Campo Grande News mostrou que, independentemente dos resultados, considerados satisfatórios, o que deixa a população feliz é a sensação de segurança.

No olho do furacão

A guerra fiscal entre Estados na disputa por investimentos privados vai exigir novas articulações políticas do governador André Puccinelli, que fecha o ano com a agenda essencialmente econômica.

Com o debate sobre as mudanças no ICMS ganhando corpo, cresce a insegurança jurídica para as empresas interessadas nas isenções, que custam aos investidores, no mínimo, geração de renda e empregos no Estado e incorporação às cadeias produtivas locais.

MS é a mina

Jornal Valor Econômico noticiou ontem que a ALL (América Latina Logística), que detém a concessão do transporte ferroviário de cargas em Mato Grosso do Sul, está se unido à Triunfo Participações e Investimentos (TPI) e a Vetorial Mineração para fundar a Vetria Mineração S/A. A aliança foi formalizada ontem à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Urucum é o alvo

A Vetria será responsável pela extração, transporte e comercialização de minério de ferro Maciço do Urucum, em Corumbá, via porto de Santos (SP). A transação reforça o anúncio feito no fim de novembro pelo gerente da ALL em Mato Grosso do Sul, Sinuê Brondi, em visita à Redação do Campo Grande News, de que a ferrovia seria revitalizada para atender à crescente demanda da mineração.

Concorrência salutar

A nova companhia surge no momento em que a Vale também anuncia investimento na lavra do minério em suas duas minas em Corumbá.

Para fazer a integração da mina, ferrovia e porto de Santos, a Vetria estima investir R$ 7,6 bilhões. Boa parte desse investimento será destinado à ampliação da capacidade da mina no maciço de Urucum para 20 milhões de toneladas por ano, em uma primeira etapa. O restante dos recursos será para elevar a capacidade da ferrovia, com aportes em via permanente e aquisição de material rodante, além da construção do terminal portuário em Santos.

Polo

A extração é a única perspectiva e o sonho de transformar Corumbá em pólo minero siderúrgico ainda esbarra na logística. A única viabilidade que as companhias vislumbram é a exportação do minério, que para o governo também é um commodities estratégica na balança comercial. A mineração respondeu por dois terços da arrecadação federal em Mato Grosso do Sul.

Potencial

O leque de oportunidades em Mato Grosso do Sul é tão amplo que o setor seringueiro também está projetando investimentos no Estado. Com os indicadores do PIB privilegiando o Centro Oeste brasileiro, MS continuará no foco dos investidores, em que pesem as mudanças no sistema tributário.

Imbróglio

Corre à distância das avaliações políticas a batalha judicial em Aquidauana, onde Ministério Público acusa o vice-prefeito Vanildo Neves (PSDB) de usar máquina e servidor da Prefeitura em sua chácara, com a conivência do prefeito Fauzi Suleiman (PMDB), que se diz perseguido pelos meios de comunicação e já foi afastado e retornou três vezes ao cargo. Para a população a situação já provoca vácuo institucional, com deficiências em alguns serviços públicos.

Dublê

Depois de viajar pelo Brasil usando falsas insígnias, documentos e uniforme que mesclava Força Nacional, PRF e Interpol, um suspeito de ser doente mental com uniforme de tenente-coronel foi preso pela PM no distrito de Casa Verde, em Nova Andradina, após dar carteirada para não pagar rodízio em churrascaria.

Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions