ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 31º

Jogo Aberto

Cassação de Bernal opõe centro e periferia

Por Edivaldo Bitencourt | 06/09/2013 06:00
Trad celebra o nascimento da filha ao lado da mulher em maternidade (Foto: Divulgação)
Trad celebra o nascimento da filha ao lado da mulher em maternidade (Foto: Divulgação)

O presente – O secretário estadual de Articulação com os Municípios e pré-candidato a governador pelo PMDB, Nelson Trad Filho, teve um presente de aniversário e tanto. Aos 11 minutos desta quinta-feira (5), nasceu Maria Gabriela, a filha caçula do ex-prefeito da Capital. Na foto ao lado, Nelsinho pousa ao lado da caçula e da mulher, Keila Soares.

Cassação de Bernal – Os moradores de Campo Grande estão divididos sobre a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP). A decisão tem o apoio de 60% dos moradores da região Central da Capital. Por outro lado, 80% dos moradores dos bairros não querem o afastamento do prefeito. Os números constam de pesquisas realizadas para consumo interno de partidos e dirigentes políticos.

Minha seguradora – O presidente da Câmara Municipal, Mário César Oliveira (PMDB), aproveitou o evento da inspeção veicular nos altos da Avenida Afonso Pena. Ele disse que é “fã” da seguradora Porto Seguro. O peemedebista garantiu que segura todos os veículos e a casa pela companhia.

Três Coisas de um homem – O comandante da Ciptran, Alírio Vilassanti, “revelou”, ontem de manhã, as três coisas que um homem busca na vida. Conforme o policial, são: amor de uma bela mulher, fama e riqueza. Eis a receita de felicidade no mundo masculino.

Minha felicidade – O tenente coronel ainda revelou que já alcançou os três requisitos da felicidade. Ele tem o amor da mãe, das filhas e da esposa. A fama de comandar uma das melhores companhias do País. E a riqueza da saúde e oportunidade de ter amigos e parceiros “como vocês”. Aproveitou para fazer média com os jornalistas presentes.

Convite – Por falta em Nelsinho, o presidente regional do PMDB, Júnior Mochi, reafirmou que convidou o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos (PMDB), para a reunião que sacramentou a pré-candidatura do peemedebista ao Governo em 2014. Ele especulou que talvez a assessoria do presidente perdeu o convite.

Apoio de peso – Para inflar a pré-candidatura de Nelsinho Trad, o PMDB planeja levar o governador para o último encontro regional da sigla, que será em Campo Grande. “Vamos dar fôlego para o Nelsinho”, garantiu Mochi, que ainda não marcou a data do último encontro regional.

Casquinha – A Comissão de Segurança Pública da Assembleia quer tirar uma casquinha da conclusão da primeira fase das investigações da morte do delegado aposentado Paulo Magalhães. Segundo Cabo Almi (PT), o desfecho só ocorreu porque a comissão pressionou pela prisão dos acusados pelo crime.

Presas no batente – O policial militar Eduardo Souza dos Santos, adestrador há 11 anos, defende uma proposta para por as mulheres presas no batente. Ele quer que elas ajudem a adestrar cães guias para cegos. Segundo o militar, um cão guia custa R$ 35 mil. A proposta foi apresentada ontem na Assembleia.

Democracia? – Os invasores da reitoria da UFMS cobram democracia dos meios de comunicação, mas adotam a postura dos ditadores. Eles evitam falar com a imprensa, mas querem que a imprensa fale bem do grupo, que depredou o DCE e pichou vários locais da universidade. Para falar bem do grupo, só se a mídia contratar um “adivinho” ou “leitor de mentes”.

(colaboraram Jéssica Benitez, Aline dos Santos e Leonardo Rocha)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário