ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 24º

Jogo Aberto

Chocolate fica sem lugar em evento com Bernal

Por Edivaldo Bitencourt | 29/08/2013 06:00

Hino – O prefeito Alcides Bernal (PP), não soube cantar, em solenidade ontem de manhã, o hino de Campo Grande. Durante a execução da música, ele só acompanhou o refrão e ficou em silêncio no restante.

Sem vaga – O vereador Chocolate (PP) não tem mais lugar cativo nas solenidades do município. Antes, parceiro do prefeito em todas as atividades, ele até ficou sem cadeira em evento ontem de manhã na Secretaria Municipal de Educação. A assessoria acabou improvisando um lugar ao lado do prefeito para o vereador.

Sumiu – Chocolate tomou “doril” após a solenidade sobre crack na Secretaria de Educação. O parlamentar sumiu logo depois do evento e não foi encontrado por nenhum outro vereador presente. Bernal até brincou que o ex-aliado estava jogando futebol nas Moreninhas, onde o ex-prefeito Nelsinho Trad jogou bola com os amigos na segunda-feira.

Limpeza – Bernal levou susto ao ser indagado por uma repórter se ele iria assumir a limpeza dos postos de saúde da Capital. “Você acha justo eu limpar o posto?”, perguntou ao ser questionado, já que o contrato com MegaServ venceu na terça-feira.

Vitória – O prefeito Alcides Bernal ganhou o primeiro round com a oposição na Câmara Municipal. O vereador Edson Shimabukuro, o My Body (PTB) é o 10º aliado no legislativo. Só falta cinco para o prefeito atingir a sonhada base aliada de 15.

Cassação mais longe- Com a adesão do petebista, Bernal pode escapar da cassação na Câmara Municipal. Tudo porque passa a ter 10 votos contra 19 da oposição. Para cassar o mandato do prefeito, a oposição precisa ter 20 votos.

Parceira – O IBGE enviou equipe para o Estado para anunciar o balanço do setor de serviços. O órgão está querendo agradar o empresariado para obter os dados do balanço anual antes. Atualmente, segundo a equipe, as empresas estão passando as informações em cima da hora e atrasando a computação dos números.

Homenagens – O deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT) propôs a entrega da Medalha do Mérito Legislativo para dois ícones da cultura sul-mato-grossense. Para o poeta Manoel de Barros e a cantora Delinha, da dupla Délio e Delinha.

Censura – O médico Victor Rocha Pires de Oliveira, adjunto da Secretaria Municipal de Saúde, “determinou”, ontem de manhã, a retirada de matéria sobre os salários pagos a ele e seu irmão, o médico Wagner. No entanto, não poupou críticas ao presidente da CPI do Calote, o médico Paulo Siufi.

(Colaboraram Aline dos Santos e Jéssica Benitez)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário