A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/06/2012 06:00

Clima de eleição

Jogo Aberto

Prazos

Junho chegou e o clima de eleição, que já está presente faz tempo, agora esquenta, começando pelos prazos no calendário legal. Nesta semana, por exemplo, a Justiça Eleitoral deve divulgar, no dia 5, os dados sobre devedores de multas. Quem não estiver em dia, fica sem o certificado de quitação eleitoral.

Assunto prioridade

A partir do próximo domingo, no dia 10, o tema eleição vira de primeira importância na Justiça. Ou seja: qualquer processo envolvendo eleição ganha prioridade para magistrados e promotores, com a exceção de pedidos de habeas corpus e mandado de segurança.

Decisões à vista

A partir do dia 10, também já podem ser realizadas as convenções pelos partidos para a oficialização de candidatos e alianças. A maioria dos partidos deve deixar, mesmo, para os últimos dias do mês.

À espera

O PMDB, por exemplo, deve realizar sua convenção no dia 23 de junho, um sábado, dia da semana tradicional das convenções políticas. A data, porém, depende da agenda do vice-presidente Michel Temer, convidado para turbinar a campanha de Edison Giroto à Prefeitura de Campo Grande.

Andamento

Despacho do ministro Joaquim Barbosa, o mesmo que adotou rito sumário para o processo, deu prazo de 10 dias para a Assembleia Legislativa se manifestar na ação em que Ordem dos Advogados do Brasil pede alteração da regra que exige aprovação do Legislativo para processos contra o governador do Estado. O despacho saiu no dia 30 de maio, portanto, o prazo vence na semana que vem.

Imagem

Por falar em OAB, um dos fortes candidatos à sucessão da entidade em MS, Alexandre Bastos, tem se revelado preocupado com impressão pública sobre os profissionais da área, especialmente aqueles que defendem figuras mal vistas pela sociedade. É o que ocorre, no momento, com o advogado Márcio Thomaz Bastos, defensor de Carlinhos Cachoeira, ou ainda, no âmbito local, com os defensores do estudante de Direito Richard Ildivian, que atropelou e matou um segurança.

Porque defender?

"As ofensas cotidianas que sofremos em nossa advocacia atingem a essência da prestação jurisdicional", afirma Bastos sobre o tema. Para ele, "não se trata de fazer campanha corporativa, mas sim de proteger o sistema de defesa do cidadão brasileiro".

Bem no ranking

Enquanto o candidato à presidência da OAB revela essa preocupação, o atual comandante da Ordem no Estado, Leonardo Duarte, comemora a aprovação de sua gestão. Com 88% de opiniões favoráveis, é o sétimo melhor índice entre os estados.

Telegrama virtual

"O terror do meu joão-de-barro são os tucanos. Destruíram seu ninho de novo. Se eu bem o conheço, logo logo a casa tá de volta". A mensagem com tom ambiental, mas que pode muito bem ser política, foi deixada pelo senador Delcídio do Amaral (PT) em seu twitter, no qual costuma mesmo enviar recados aos aliados e adversários políticos.

Caixinha de supresa

Chegado em futebol, Delcídio ontem ironizou, informando que assistiria a partida entre o Brasil e a "perigosíssima" seleção do México. Como se viu, os mexicanos foram perigosos, de fato. Além de vencer, levaram os brasileiros a fazer pênalti bobo e a sair do sério.

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions