ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 30º

Jogo Aberto

Defesa de filho diz que goleiro Bruno leva “vida de luxo”

Jéssica Benitez, Anahi Zurutuza e Gabriela Couto | 01/12/2022 06:00

Vida de luxo – Em ação de cobrança de danos morais e materiais contra o ex-goleiro Bruno, a defesa do Bruninho, filho dele com Eliza Samúdio, pediu que seja negada a justiça gratuita ao atleta, como foi solicitado por ele. A advogada argumenta que Bruno tem “uma vida de luxo”, tanto que ofereceu um dos carros de alto padrão para quitar dívida de pensão alimentícia com o garoto.

Negativa – A proposta foi rejeitada, mas serviu como base para o pedido. Além disso, a defesa de Bruninho diz que Bruno mora em condomínio de casas avaliadas em R$ 700 mil e que a esposa dele é dona de clínica de estética, portanto, tem uma boa renda. Foram anexadas fotos das redes sociais de ambos para demonstrar que o ex-goleiro tem condições de arcar com as despesas do processo.

Extrato – A defesa diz também que Bruno usa a conta bancária da esposa para não haver movimentação financeira de sua parte. Há nos autos extrato do pagamento de pensão no valor de R$ 67 mil debitado da conta da mulher.

Promessa cumprida – A senadora Simone Tebet (MDB-MS) comemorou nesta quarta-feira (30) a possibilidade, mais concreta, de uma de suas promessas de campanha sair do papel. É que a equipe de transição do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), estuda a criação de bolsa para garantir a permanência de estudantes no Ensino Médio da rede pública. Este foi um dos compromissos assumidos com a ex-candidata ao Palácio do Planalto em troca do apoio dela para o segundo turno das eleições.

Procura-se “pais” –  Filha do senador Nelsinho Trad (PSD), a médica Maria Cecília Trad é apaixonada pela causa animal e está à procura “pais” para “crianças de quatro patas”. São dez filhotinhos vira-latas que buscam uma família. O requisito, segundo ela, é amar os cãezinhos de verdade. Interessados podem entrar em contato pelo (67) 9 9271-6246.

Um dos cachorrinhos disponíveis para adoção. (Foto: Instagram/Reprodução)
Um dos cachorrinhos disponíveis para adoção. (Foto: Instagram/Reprodução)

Boa ação – Quem tirou a sorte grande nesta quarta-feira (30), foi a ONG Cão Feliz, também ativista na causa animal. É que o Fort Atacadista, que inaugurou nova unidade na Capital, desistiu de fazer show pirotécnico durante a inauguração e doou os R$ 2,5 mil que seriam usados na compra dos fogos para a entidade. A intenção foi justamente não incomodar a vizinhança e os bichos, que sofrem com a barulheira. O valor será usado para pagar duas parcelas da ração comprada para alimentar os animais abrigados pela ONG, segundo a administradora, Kelly Macedo.

Tietagem – Para prestigiar, a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota), passou pela nova loja do Comper aberta ontem no Bairro Itanhangá, e obviamente, não passou despercebida. Nos corredores, foi parada por um morador antigo da região e funcionários da loja, que pediram fotos. “Esse novo empreendimento gera mais de 400 empregos e traz novidades. Ficamos felizes porque nosso projeto prioritário da gestão é o desenvolvimento econômico”, comentou Adriane, sobre sua presença.

Sangue novo – A deputada estadual eleita, Lia Nogueira (PSDB), se reuniu nesta quarta-feira (30) com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para receber conselhos políticos. “Foi uma reunião muito produtiva e tratamos sobre Dourados. Ele me aconselhou politicamente de como será na Assembleia e percebi que não tem nome ainda certo [para assumir o comando da Casa], só a partir de janeiro. Vejo que os mais antigos estão se reunindo e nós que somos a molecada estamos alheios.”

Cortes – Antes de encerrar o ano, o governo do Estado já iniciou a série de exonerações de cargos no Diário Oficial do Estado. Vários nomes indicados por partidos de ex-aliados, como Rose Modesto (UB), ficaram sabendo da demissão ao ler o documento. A coluna apurou ainda que também foram demitidos indicados por Roberto Hashioka (UB).

Pessoal da Rose - Como foi titular da Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), a deputada federal, derrotada na eleição para o Governo de Mato Grosso do Sul, ainda mantinha indicados por lá. Pela assessoria de imprensa, a atual secretária da pasta, Elisa Cleia Nobre, disse que não se manifestaria sobre o assunto.

Nos siga no Google Notícias