A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/07/2017 07:00

Deputados planejam seus voos para eleição de 2018

Marta Ferreira

Mudanças à vista - A dança das cadeiras na Assembleia Legislativa, preparação para as eleições do ano que vem, deve começar no final do ano, quando José Carlos Barbosa (PSB) volta para o Legislativo, enquanto Coronel David (PSC), deixa o mandato. Os dois pretendem sair candidatos. Barbosa ainda vai decidir se tenta a reeleição ou uma vaga na Câmara Federal.

Em análise -
Outros deputados também já ensaiam novos caminhos para o ano que vem, entre eles Eduardo Rocha (PMDB) e Beto Pereira (PSDB). Os dois avaliam deixar o legislativo estadual para se candidatar a deputado federal.

Casal – Eduardo Rocha, se tentar uma vaga na Câmara Federal ressalta que pretende fazer uma "dobradinha" com a esposa, a senadora Simone Tebet (PMDB), em Brasília.

Definição - Deve ser retomado na segunda-feira (24) o julgamento do recurso do prefeito cassado de Nova Andradina, José Gilberto Garcia (PR), no TER (Tribunal Regional Eleitoral). Ele foi cassado em primeira instância por abuso de poder.


Cinco meses depois – Se ocorrer, o julgamento será encerrado quase meio ano depois da decisão de cassação. A demora se deve a três pedidos de vista do processo, que atrasaram o desfecho do caso.

Suspeita em sigilo - A polícia investiga, em Dourados, suspeita de irregularidades envolvendo troca de cheques na Caixa Econômico. Nesta semana, um subgerente teria sido levado a depor na delegacia sobre o caso. Nem autoridades policiais nem o banco confirmam.

Acabando – Faltando uma semana para a Prefeitura de Campo Grande rescindir definitivamente os contratos com a Omep e a Seleta, que contratam servidores terceirizados, o balanço de quantos foram demitidos e quantos ainda precisam ser desligados é um mistério.

Desde abril - A última vez que administração municipal prestou contas à Justiça e ao MPE (Ministério Público Estadual) foi em abril e naquela ocasião, conforme o cronograma apresentado, todas as demissões seriam feitas até anteontem, 20 de julho.


Há dois anos – O processo contra os implicados na Operação Coffee Break, está por completar dois anos, aguardando a definição do juiz responsável pela acusação contra os denunciados. Empresários e políticos, no total de 24 pessoas, são acusados de arquitetar um plano para tirar do cargo o ex-prefeito Alcides Bernal.


“Aniversário” - Por ironia do destino, os 24 meses do início das ações que resultaram até em prisões serão completados na véspera do aniversário de 118 anos de Campo Grande, no dia 25 de agosto deste ano.

(Colaboraram Anahi Zurutuza, Leonardo Rocha e Helio Filho)

Campanha tucana atrai 75% dos prefeitos
Apoio – Enquanto o MDB, antigo aliado histórico do PSDB, patinou para fechar sua candidatura do governo do Estado, os tucanos contabilizam adesões. N...
Dois anos após "febre", Uber perde motoristas
Debandada – Quase dois anos depois de chegar a Campo Grande, e depois de muita polêmica, a plataforma de transporte por aplicativo mais conhecida, a ...
Cristhiano Luna é o nosso Lula
Livre - Um dos crimes de maior repercussão em Campo Grande teve novo capítulo na semana passada. O STF concedeu liminar e soltou Cristhiano Luna, ass...
Marquinhos sugere paciência com rotatória
Comparações – O prefeito Marquinhos Trad (PSD) comparou o período de adaptação de motoristas aos semáforos na rotatória da Gury Marques com Interlago...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions