A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/01/2017 06:00

Diante de surpresas, a antiga arte de pechinchar

Waldemar Gonçalves

Surpresas – Depois de dizer que a primeira providência da nova gestão da Capital seria se inteirar da realidade da prefeitura para depois agir, o secretário municipal de Governo, Antônio Lacerda, falou ontem, sem entrar em detalhes, que estão encontrando “muitas surpresas” durante o levantamento. Ou seja, divergências entre dados aprensentados na fase de transição e os detectados agora.

Por um triz – A Prefeitura de Campo quase teve a luz a água cortadas, por exemplo. O motivo? Seis meses de contas em atraso, que somam cerca de R$ 12 milhões, deixadas pela gestão Bernal. Para conseguir manter a luz acesa, Marquinhos diz que procurou a Energisa para pedir um voto de confiança. E foi atendido.

Confie em mim – Aliás, Trad tem pedido muitos "votos de confiança". Já na posse, pediu paciência ao campo-grandense. Na segunda-feira (2), pediu voto de confiança às três empresa que fazem tapa-buraco. Além de confiança, Trad pede paciência para os credores do município: "devo, não nego, pago quando puder", brincou.

Pechinchar – Com R$ 41 milhões, Trad também lança mão da "criatividade" para gerir a cidade. Uma das estratégias, segundo ele, é o usar o sangue libanês e sua habilidade para "pechinchar". Foi assim que conseguiu "pagar menos e aumentar as equipes de tapa-buracos". Também pediu que a população ajude: "por favor, paguem o IPTU".

Curioso – O vereador William Maksoud Neto (PMN) marcou presença na reunião entre o prefeito, Marquinhos Trad (PSD), e membros do Ministério Público Estadual sobre a situação dos terceirizados da Omep e Seleta. Questionado sobre a presença, o parlamentar desconversou. Já a assessoria do prefeito disse que o parlamentar apenas acompanhou o encontro.

Lotada – Aliás, a sala de reunião deve ter ficado cheia. Do MPE estavam o procurador-geral, Paulo Cezar Passos, e o promotor Marcos Alex Vera de Oliveira. Da equipe da Prefeitura estavam as secretárias de Assistência Social, Maria Angélica Fontanari, e Educação, Ilza Mateus de Souza; a vice-prefeita, Adriane Lopes, além de advogados e assessores.

De fora – A conversa foi a portas fechadas, sendo que à imprensa não apenas foi vetado acompanhar o encontro, como nem foi permitido entrar nas dependências do MPE. A liberação só aconteceu após 1 hora e 30 minutos de deliberações.

Delito – “Ele [Bernal] estaria preso e a gente também”, declarou o diretor da Solurb, Fernando Garcia, ao ser questionado, após reunião com Marquinhos, sobre os prejuízos ao caixa da prefeitura de R$ 120 milhões através de superfaturamento de serviços, apontados pela própria equipe do ex-prefeito Alcides Bernal (PP).

Balançado – O vereador Paulo Siufi (PMDB) disse que ficou balançado depois da posse, domingo (1), e que pode permanecer na Câmara Municial, abrindo mão da vaga na Assembleia Legislativa, no lugar deixado por Marquinhos Trad (PSD). "Se tivesse que decidir hoje, ficaria na Câmara. São 12 anos e meu coração está lá. Foram muitos pedidos dos colegas para que eu ficasse".

Nem ligo – Sobre as vaias que recebeu ao entregar o cargo de prefeito, Alcides Bernal (PP) disse ao Campo Grande News não ter se abalado e atribuiu o fato a um grupo ligado "a um vereador", mas que isso faz parte da democracia. "O próprio empossado reconheceu no discurso como foi importante o nosso apoio", disse.

(com Alberto Dias e Richelieu de Carlo)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions