A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/04/2016 06:00

Em tempos de crise, máxima do governo é responsabilidade

Waldemar Gonçalves

Limite da responsabilidade – Ao comentar, em discurso ontem, o atual cenário de crise econômica no Brasil, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, lembrou que “o limite do governo é o da responsabilidade” e que, em Mato Grosso do Sul, esta máxima é levada a sério para garantir o bom andamento da máquina pública. Em seguida, comentou que irá a Brasília (DF) amanhã com a missão de “destravar recursos” para o Estado, onde a negociação não tem sido fácil.

Ação saudável – Na mesma ocasião, o governador também destacou a importância da Caravana da Saúde, principalmente para o interior do Estado. Em Dourados, onde o projeto chegou nesta semana, a expectativa é fazer 6,5 mil cirurgias. Há paciente esperando há 20 anos para ser operado, disse Reinaldo. Mais do que o atendimento, o legado deixado pela iniciativa, incluindo a cessão de equipamentos aos municípios, é o mais importante, avalia o tucano.

Assina, Bernal – “Só fica em cima do muro caco de vidro e gato safado”. Com esta frase o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), encerrou discurso frente a agentes de saúde pública, em que reafirmou que ainda precisa do aval da Justiça Eleitoral para conceder o reajuste salarial de 9,57%. Coincidência ou não, na saída, vários agentes o chamavam justamente de safado. “A gente veio ver ele assinar nosso reajuste e nada!”, reclamava um grupo na porta da Seleta, onde aconteceu o encontro.

Quem recusa dinheiro? - Em seu discurso, Bernal atacou o Legislativo Municipal. “O BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) ofereceu R$ 12 milhões ao município e a Câmara Municipal rejeitou. Os vereadores rejeitaram o aumento para os servidores. Nunca vi também vereadores diminuírem a suplementação do Executivo. É assustador!”, disse o prefeito.

Contra ataque – Depois que o prefeito conversou com os agentes de saúde, começou o contra-ataque por parte do Sindicato dos Servidores Municipais. Começou a circular áudio via WhatsApp do sindicalista Marcos Tabosa em que dizia: “O prefeito foi aí e mentiu para vocês! Espero todo mundo às 11h20 na prefeitura”. Pouca gente atendeu a convocação. Resta saber quem vai ganhar a guerra.

Time de frente – O governador escalou a vice-governadora, Rose Modesto, e os secretários Eduardo Riedel e Carlos Alberto de Assis para conduzir a negociação do reajuste salarial com os servidores. Eles tentam convencer as categorias a aceitar o abono de R$ 200, para que depois, de forma individual, possa negociar melhorias para cada sindicato.

Fogo amigo – A vereadora Virginia Magrini postou em uma rede social fotos de buracos em Dourados e cobrou providências da prefeitura. Só se esqueceu que até o início deste mês o responsável pelo serviço de tapa-buraco na cidade era Vanderlei Carneiro, pré-candidato a prefeito pelo PP, mesmo partido da vereadora.

Ah, o amor – A deputada estadual Grazielle Machado (PR) enalteceu no Facebook o amor dos pais, o ex-deputado Londres e Ilda, ex-prefeita de Fátima do Sul: “Depois de 50 anos... ‘Eu amo você. Eu sou quem eu sou por sua causa. Você é toda a razão, toda a esperança e todos os meus sonhos’, disse meu pai. Com as flores e o cartão nas mãos, minha mãe abraçou meu pai e disse com lágrimas: ‘Eu não sei viver sem você’. Que lindo, eu pude comprovar que o amor, ainda existe!”.

Muito amor – E se engana quem acha que as postagens de Grazielle têm pouca receptividade. No caso da citação referente ao casamento dos pais, foram 19,5 mil curtidas e mais de 700 comentários.

Invasão – Falando em Facebook, a citação abaixo foi postada semana passada na página do senador Waldemir Moka (PMDB-MS) junto a um vídeo em que ele fala na Comissão de Agricultura do Senado. “Não existe ‘ocupação’ de área que tenha dono. Isso se chama ‘invasão’. É retórica para encobrir crime grave praticado pelo MST. Procurei deixar claro hoje, na audiência pública da Comissão de Agricultura do Senado, que teve a participação do ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, sempre muito atencioso com o Congresso Nacional”.

(com a redação)

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions