A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


04/08/2016 06:00

Empreiteira recusa oferta para retomar Aquário do Pantanal

Waldemar Gonçalves

Herança indigesta – O empresário Egídio Vilani Comin, dono da Egelte, recusou as condições financeiras oferecidas pelo governo do Estado para concluir o Aquário do Pantanal. Ele quer mais dinheiro do que foi oferecido, alegando que a “herança” deixada pela Proteco, de João Amorim, investigado pela Polícia Federal, “é indigesta”.

Campanha quente – As vésperas da eleição para a reitoria da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que acontece hoje, teve clima das mais disputadas campanhas políticas. Com direito a propagação de vídeos supostamente editados e trocas de acusações.

Grande estrutura – Estão na disputa Marco Aurélio Stefanes, da chapa “Por uma UFMS diferente”, e Marcelo Turine, do grupo “Juntos somos UFMS”. Em jogo um orçamento de R$ 593 milhões, a quarta maior receita de Mato Grosso do Sul, em uma estrutura com 120 cursos, onze campi e 20 mil alunos.

Exonerado – Dorival Betini, que recentemente ganhou o comando da Delegacia Federal de Desenvolvimento Agrário em MS, foi exonerado do cargo em comissão que exercia no governo estadual. Lá, ele cumpria as funções na Secretaria de Estado da Casa Civil.

Oficial – Em publicação da Câmara Municipal no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) de ontem, foi oficializado ato que normatiza regras para vereadores e servidores da casa. Embora já sejam claras e óbvias, as normas relembram os parlamentares que eles não devem usar o espaço público para fazer campanha eleitoral.

Concurso – Ao contrário do que ocorreu na Assembleia Legislativa, que aposentou servidores antes de abrir concurso público, a Câmara Municipal fará o certame primeiro, ainda sem data definida, para saber quem e quantos serão demitidos depois. A situação da casa de leis é um pouco diferente, já que ela foi acionada na Justiça por manter pessoal comissionado em excesso, algo em torno de 90% de sua folha.

Na estica – Pré-candidatos de partidos coligados com o PSD foram convocados, ontem, para a foto oficial do material de candidatura, a ser feita nos próximos sábado e domingo. “Deverão vir com o número e slogan da candidatura e camisa sem estampa. Preferência cores neutras: azul claro, amarelo claro, verde claro”, detalhou o chamado.

Só elogios – Adriane Lopes, uma mulher com perfil técnico, competente, e temente a Deus. Assim definiu o deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) sobre sua vice na chapa à Prefeitura de Campo Grande. Ela é esposa do também deputado Lídio Lopes (PEN). Marquinhos lembra que sua escolha “não teve barganha ou toma lá da cá”.

Finada vistoria – O deputado estadual Cabo Almi (PT) fez requerimento pedindo ao Governo do Estado números de arrecadação da finada vistoria veicular. O petista quer a devolução do recurso. “Nem que tenha o ressarcimento no IPVA”.

Provas contra si – O ex-vereador Evaldo Paes, de Rio Negro, ficou ferido ao levar um murro nada cara desferido pelo médico Pedro Paulo Romano, filho do prefeito. Virou caso de polícia e a vítima teria de ser submetida ao exame de corpo de delito. Ocorre que Romano é o único médico no município, resultando em uma situação no mínimo delicada. O jeito foi mandar o machucado para São Gabriel do Oeste.

(com Leonardo Rocha, Mayara Bueno e Chloé Pinheiro)

Vinda de Temer a MS atraiu poucos políticos
Recepção solitária – Programada em meio ao clima de tensão política sem fim em Brasília, a agenda do presidente Michel Temer em Mato Grosso do Sul no...
Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions