A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


29/11/2013 06:00

Energia em MS é três vezes mais cara do que no Paraguai

Edivaldo Bitencourt

Pedido especial – O governador André Puccinelli (PMDB) fez um pedido inusitado aos deputados estaduais, a concessão de título de cidadão sul-mato-grossense ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. A homenagem é pela contribuição na entrega de 80 viaturas a 31 municípios da região de fronteira.

Pós picareta - O ministro que já foi chamado de "picareta", "mentiroso" e "enganador" pelos parlamentares, pode até ganhar o título estadual. Porém a homenagem fica na pendência da solução do conflito indígena no Estado. "Se ele cumprir a palavra, podemos dar, mas se for para continuar como está, iremos aprovar uma moção de repúdio", destacou o deputado Zé Teixeira (DEM).

Fórmula I do MS – Puccinelli, quando soube da visita da secretaria do Ministério da Justiça semana que vem em Bonito, fez questão de dizer que a cidade é o “Vetel ou Schumacker” de Mato Grosso do Sul. Ele frisou que a cidade vem ganhando prêmios mundiais pelo desempenho como ponto turístico e de sustentabilidade.

Fiscal em ação – O governador vem mantendo o estilo de fiscalizar os órgãos públicos estaduais. Esses dias, conforme relato feito ontem, “suou” com o Fiat Uno vermelho para alcançar uma viatura da Polícia e alertar o funcionário de não havia necessidade de correr tanto. E ainda pediu mais cuidado para o policial.

Turismo – O governador aproveitou, ontem, a reunião da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento Básico, para convidar os dirigentes das estatais para conhecer as belezas do Estado, como Bonito e o Pantanal. E ainda recomendou ao presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, para tratar todos bem sob risco de ser demitido por meio de decreto em eventual reclamação.

Burocracia – Presidente da Sanesul e da entidade, José Carlos Barbosa criticou a burocracia federal para liberar recursos para investimentos no setor. Ele contou que o dinheiro leva até dois anos para chegar ao destino final. “É uma vergonha mundial”, destacou.

Aviso – A presidente da República, Dilma Rousseff (PT) mandou emissário para avisar os índios de que não quer mais invasão de terras em Mato Grosso do Sul. Um dos emissários, Marcelo Veiga, também pediu paz aos produtores rurais, que estão articulando a contratação de milícias para reagir às ocupações.

Energia – A energia paga pela indústria sul-mato-grossense é três vezes maior do que a paga pelo setor no Paraguai. Levantamento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, MS paga R$ 299,19, enquanto os paraguaios só desembolsam R$ 97,81 pelo MWh.

Planejamento – O novo presidente regional do PT, Paulo Duarte, começa a definir as metas do partido para as eleições de 2014. O primeiro encontro acontece segunda-feira em São Paulo e reunirá todos os dirigentes da sigla no País, incluindo-se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente reeleito do PT, Rui Falcão.

Fragilidade – A Câmara dos Deputados vai realizar audiência pública para debater a precariedade no sistema de segurança na fronteira. A proposta é do deputado federal Akira Otsubo (PMDB). A Polícia Rodoviária Federal, por exemplo, está com 38% das viaturas em péssimas condições e 18% em manutenção.

Fale alto – Em audiência pública, o secretário de Infraestrutura de Campo Grande, Semy Ferraz, foi sucinto ao responder sobre demandas de lideranças comunitárias. “Aqui, quem grita mais acaba nos convencendo”, confessou.

(colaboraram Bruno Chaves, Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...
Partidos fazem "fila" por Takimoto
Desejado - Na mira do PDT para perder o mandato, o deputado estadual George Takimoto já tem fila de interessados em seu passe na Assembleia Legislati...


E depois,ainda tem gente que vem falar que o custo de vida em MS e campo grande é baixo,se aqui, luz e água são mais caros que em São Paulo,no rio de janeiro todo carioca tem um aparelhinho de ar condicionado pois a energia elétrica lá é barata.
 
antonio costa em 29/11/2013 09:02:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions