A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/04/2015 06:00

Engenheiro vai calcular público em ato contra Dilma

Edivaldo Bitencourt

Dúvidas – A estimativa de público oficial da manifestação de 15 de março não agradou aos organizadores. A Polícia Militar em 32 mil pessoas. Os participantes chegaram a divulgar 120 mil no ato realizado na tarde de domingo em Campo Grande pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Estratégia – Agora, para não ter erro, os organizadores da manifestação contra Dilma vão designar um engenheiro para calcular o público. O objetivo é ter uma estimativa oficial, mas técnica e confiável, sobre o número de participantes na marcha de domingo.

Maior – A organização prevê a participação de mais gente no dia 12. No entanto, os objetivos do movimento continuam o mesmo: combate à corrupção, a extinção do PT e o afastamento de Dilma da presidência da República. Também pedem transparência no BNDES e são contra a reforma política proposta pelo Governo.

Prioridade – O PTdoB mantém a ofensiva para lançar um candidato a prefeito competitivo nas eleições de 2016. O objetivo é lançar Márcio Fernandes, Mara Caseiro, coronel Carlos Alberto Davi ou o vereador Flávio César. Ontem, só os dois primeiros acompanharam o presidente nacional, Luís Tibé, em reunião, ontem à tarde, com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Sem vistoria – O Tribunal de Contas do Estado não publica, desde dezembro, os relatórios de fiscalização e inspeção nas obras do Aquário do Pantanal. A fiscalização era feita desde o início das obras, quando o empreendimento custaria R$ 84 milhões. Atualmente, o valor da obra emblemática está em R$ 173 milhões.

Caixa pretaReinaldo Azambuja deve abrir nesta terça-feira a caixa-preta da administração de André Puccinelli (PMDB). Ele promete revelar a herança deixada pelo antecessor, como débitos fiscais e obras inacabadas. O relatório antecede o balanço dos 100 dias, que será feito na sexta-feira.

Três mosqueteiras – A vereadora Carla Stephanini e a senadora Simone Tebet, ambas do PMDB, e a deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB) participaram de evento sobre a participação de mulheres na política. A proposta é elevar a participação feminina de 30% para 50% nas chapas.

Nova vida – Acusado de matar Jefferson Bruno Escobar, segurança de uma casa noturna na Capital, Cristiano Luna de Almeida tenta recomeçar uma nova vida. Formado no Senac, ele faz e revende cupcake para iniciar a nova vida. A morte de Brunão ocorreu em 2011.

Mais uma – A Câmara Municipal de Campo Grande promove mais uma audiência pública na sexta-feira. Os vereadores vão discutir o projeto da CCR MS Via, que prevê a instalação de passarelas no anel rodoviário, entre as saídas para São Paulo e Cuiabá.

Polêmica – A primeira reforma do Horto Florestal em 10 anos vem causando polêmica nas redes sociais. Arquitetos protestam contra a mudança na cor dos tijolinhos à vista, que estão sendo pintados de cor mais clara. A Prefeitura alega que não teve como recuperar a cor. Valdir Gomes explicou que não foi passado verniz na revitalização ocorrida há 20 anos.

(colaboraram Kleber Clajus, Ricardo Campos Jr. e Angela Kempfer)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions