A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


19/09/2013 06:00

Estratégia da oposição na Câmara

Edivaldo Bitencourt

Início – A apresentação o relatório da CPI do Calote é apenas o início do processo que pode levar à cassação do prefeito Alcides Bernal (PP). Apesar de não pedir a instalação da Comissão Processante, o relatório será “farto de provas” que podem embasar o pedido de impeachment a ser feito por qualquer eleitor da Capital.

Estratégia – Ao não sugerir a Comissão Processante, Elizeu Dionísio (PSL) poderá votar com a oposição quando o pedido for apresentado em plenário. Como são necessários 20 votos para aprovar o processo, qualquer voto, numa fase em que a base de Bernal ameaça chegar a 10 vereadores, é importantíssimo para iniciar o processo de cassação.

Visita - O prefeito de Naviraí, Léo Matos (PV), esteve nesta quarta-feira na Assembleia, onde conversou de forma prolongada com os deputados Paulo Correa (PR) e com o presidente da CPI da Assembleia, o deputado Amarildo Cruz (PT). Ele será ouvido pela comissão na próxima segunda-feira por ter faltado a reunião que teve em Naviraí.

Desnecessário - Léo Matos destacou que foi desnecessária a cena em que seu tio, o deputado estadual Onevan de Matos (PSDB), exigiu que o ele fosse convocado já que não participou da reunião na sua cidade. "Uma exposição desnecessária, eu fui o único prefeito que foi convocado pela CPI, parece que ainda ficou mágoas da última eleição", destacou ele.

Especialistas - O prefeito de Naviraí argumentou que vai expor a falta de especialistas no município, além de poucos recursos para investimento na cidade, no entanto Matos destacou que a saúde de Naviraí é uma das melhores do Estado.

Parceria - Lauro Davi destacou que poderia convidar o seu colega George Takimoto (PSL) para ser vice de uma eventual candidatura dele ao governo estadual. "Seria a parceria dos partidos pequenos", destacou. Davi no entanto ponderou que é apenas uma comparação em relação as alianças entre os partidos maiores em 2014.

Correndo atrás - Junior Mochi afirmou que Nelsinho Trad (PMDB) está correndo atrás de possíveis alianças para o PMDB, e que encontros com outros partidos devem ser feitos nas próximas semanas. Anteontem, Nelsinho esteve com o presidente do PSD, o empresário Antônio João Hugo Rodrigues, e já agendou encontro com o presidente estadual do PDT.

Sobreaviso - Assim que for divulgada a pesquisa que o senador Delcídio do Amaral (PT) encomendou sobre qual é a melhor parceria para 2014, o diretório estadual do PT deve se reunir para avaliar a situação. O deputado estadual Laerte Tetila (PT) afirmou que a qualquer momento esta reunião pode ser convocada.

Nua – Apesar da “doença misteriosa” e das insistentes convocações para depor na CPI da Saúde da Câmara Municipal, a administradora Betina Siufi tem “momentos de euforia”. Esses dias, na clínica Neorad, ela comentou com amigas que foi sondada para posar nua. “Ainda dou um bom caldo”, gabou-se a administradora.

Notoriedade – Betina Siufi ganhou notoriedade após ser afastada da administração do Hospital do Câncer, onde ganhar salário acima da média do mercado, e por ter se negado a liberar remédio caro a pacientes com câncer. Ela vem alegando problemas de saúde para não depor na CPI da Saúde.

(colaboraram Leonardo Rocha, Zemil Rocha e Vinícius Squinelo)

 

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions