A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/05/2014 06:00

Impunes, "garotos" impõem terror na periferia

Edivaldo Bitencourt

PDT – O PDT já decidiu o seu candidato ao Senado nas eleições deste ano. O partido fechou compromisso com o governador André Puccinelli (PMDB) para apoiar a candidatura de Simone Tebet (PMDB). Sobre o candidato a governador, o pedetistas ainda vão analisar.

Sinalização – O diretório estadual do PDT já tinha declarado apoio à candidatura do senador Delcídio do Amaral (PT). No entanto, anteontem, a cúpula já admitiu que vai reavaliar o apoio. Ao fechar com Simone, o PDT fica mais próximo de Nelsinho Trad.

Coordenador – O senador Delcídio definiu o coordenador geral da sua campanha ao Governo. O suplente de senador e empresário Pedro Chaves (PSC) será o responsável por montar toda a estrutura da campanha no Estado. Ele ainda vai definir o conselho para auxiliá-lo nos trabalhos.

Segundo turno – O governador André Puccinelli já trabalha com a hipótese de segundo turno nas eleições deste ano em Mato Grosso do Sul. Ele avalia que a entrada do candidato tucano, Reinaldo Azambuja, vai levar a decisão para os “pênaltis”. Os principais candidatos seriam Azambuja, Delcídio e Nelsinho.

Senado – Caso Reinaldo Azambuja saia da disputa ao Senado, só Simone Tebet continua no páreo. André Puccinelli foi o primeiro a desistir do pleito. Zeca do PT e o presidente da Fiems, Sérgio Longen, sonham em ocupar o espaço na chapa de Delcídio.

Terror – Adolescentes estão promovendo terror na periferia de Campo Grande. Protegidos pela lei branda e pela inércia da Polícia, eles assaltam a luz do dia, não se preocupam em esconder o rosto e ameaçam as vítimas. Até o revólver já fica a vista. Eles usam motocicletas para roubar e fugir impunemente.

Terror 2 – As vítimas acabam ficando com medo e, sem esperanças de punição, nem fazem o registro da ocorrência. “Não adianta”, comenta um vendedor ambulante, que perdeu R$ 120 para uma dupla na região do Bairro Maria Aparecida Pedrossian. O roubo ocorreu às 16h30 de segunda-feira.

Magoado – A base aliada do prefeito Gilmar Olarte (PP) ficou magoada com o veto à criação da Secretaria Municipal de Ação Comunitária. O mais revoltado era o vereador Chiquinho Telles (PSD). O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), considerou infeliz o veto a criação de mais uma pasta no primeiro escalão.

Defesa – A defesa de Olarte foi feita, para surpresa de muitos, pela oposição. O vereador Ayrton Araújo (PT) disse que o prefeito foi precavido e agiu certo ao pensar antes de elevar os gastos. Ele até comparou com a ida a feira, que não vale gastar todo o dinheiro e esquecer do pão no café da manhã.

Vagos – Olarte ainda não preencheu dois cargos no primeiro escalão. A Secretaria Municipal de Mulher continua esperando a indicação da vereadora Carla Stephanini (PMDB). O PTdoB pode indicar o titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, sob o comando do interino João Alberto Borges dos Santos.

(colaboraram Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions