A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/05/2014 06:00

Impunes, "garotos" impõem terror na periferia

Edivaldo Bitencourt

PDT – O PDT já decidiu o seu candidato ao Senado nas eleições deste ano. O partido fechou compromisso com o governador André Puccinelli (PMDB) para apoiar a candidatura de Simone Tebet (PMDB). Sobre o candidato a governador, o pedetistas ainda vão analisar.

Sinalização – O diretório estadual do PDT já tinha declarado apoio à candidatura do senador Delcídio do Amaral (PT). No entanto, anteontem, a cúpula já admitiu que vai reavaliar o apoio. Ao fechar com Simone, o PDT fica mais próximo de Nelsinho Trad.

Coordenador – O senador Delcídio definiu o coordenador geral da sua campanha ao Governo. O suplente de senador e empresário Pedro Chaves (PSC) será o responsável por montar toda a estrutura da campanha no Estado. Ele ainda vai definir o conselho para auxiliá-lo nos trabalhos.

Segundo turno – O governador André Puccinelli já trabalha com a hipótese de segundo turno nas eleições deste ano em Mato Grosso do Sul. Ele avalia que a entrada do candidato tucano, Reinaldo Azambuja, vai levar a decisão para os “pênaltis”. Os principais candidatos seriam Azambuja, Delcídio e Nelsinho.

Senado – Caso Reinaldo Azambuja saia da disputa ao Senado, só Simone Tebet continua no páreo. André Puccinelli foi o primeiro a desistir do pleito. Zeca do PT e o presidente da Fiems, Sérgio Longen, sonham em ocupar o espaço na chapa de Delcídio.

Terror – Adolescentes estão promovendo terror na periferia de Campo Grande. Protegidos pela lei branda e pela inércia da Polícia, eles assaltam a luz do dia, não se preocupam em esconder o rosto e ameaçam as vítimas. Até o revólver já fica a vista. Eles usam motocicletas para roubar e fugir impunemente.

Terror 2 – As vítimas acabam ficando com medo e, sem esperanças de punição, nem fazem o registro da ocorrência. “Não adianta”, comenta um vendedor ambulante, que perdeu R$ 120 para uma dupla na região do Bairro Maria Aparecida Pedrossian. O roubo ocorreu às 16h30 de segunda-feira.

Magoado – A base aliada do prefeito Gilmar Olarte (PP) ficou magoada com o veto à criação da Secretaria Municipal de Ação Comunitária. O mais revoltado era o vereador Chiquinho Telles (PSD). O vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), considerou infeliz o veto a criação de mais uma pasta no primeiro escalão.

Defesa – A defesa de Olarte foi feita, para surpresa de muitos, pela oposição. O vereador Ayrton Araújo (PT) disse que o prefeito foi precavido e agiu certo ao pensar antes de elevar os gastos. Ele até comparou com a ida a feira, que não vale gastar todo o dinheiro e esquecer do pão no café da manhã.

Vagos – Olarte ainda não preencheu dois cargos no primeiro escalão. A Secretaria Municipal de Mulher continua esperando a indicação da vereadora Carla Stephanini (PMDB). O PTdoB pode indicar o titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, sob o comando do interino João Alberto Borges dos Santos.

(colaboraram Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions