A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Novembro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


11/01/2014 07:00

Infraero tira banco e desliga ar para passageiro não perder voo

Edivaldo Bitencourt

Estratégia estranha – A Infraero decidiu adotar uma estratégia, no mínimo, estranha para ninguém perder o vôo no Aeroporto Internacional de Campo Grande. O departamento desliga o ar-condicionado para ninguém ficar perambulando pelo saguão. Com o calor infernal dos últimos dias, a empresa está, literalmente, castigando quem decide andar de avião.

Bancos – A administração do Aeroporto Internacional de Campo Grande decidiu retirar os bancos do saguão. O objetivo é evitar que os passageiros fiquem descansando no saguão. Agora, só falta a empresa responder onda vai encaminhar o povo em caso de aeroporto fechado ou atraso nos vôos.

Férias – O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), há um ano no posto, não pensou em tirar férias. Com tanta crise para administrar e sob risco de sair e não voltar mais, já que é alvo de processo de cassação na Câmara Municipal e de duas ações para afastá-lo do cargo na Justiça, o chefe do Executivo decidiu “não dar sopa para mosca”.

Boatos – Os boatos de que o secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, deixará o cargo continuaram ontem. Apesar de negar que vá assumir a pasta, Jamal Salem (PR), continua cotado para o cargo. Ele participou de três reuniões na secretaria.

Infiel – O secretário estadual de Obras Edson Giroto não gostou da aproximação entre Jamal e Alcides Bernal. Ele anunciou, ontem, que vai pedir a expulsão do vereador do partido em caso de adesão à administração de Bernal.

Candidato – Após muita especulação, de que poderia disputar uma vaga na Assembleia Legislativa e até o Governo, Giroto se manifestou sobre o futuro político. Ele anunciou que vai disputar a reeleição. Em 2010, ele foi o deputado federal mais votado em Mato Grosso do Sul.

Na Justiça – A nomeação dos aprovados no concurso público da Guarda Municipal não pôs fim à polêmica na categoria. Vários guardas municipais aprovados no concurso recorreram à Justiça para obrigar a prefeitura a empossá-los. Em um dos casos, o aprovado tem antecedente criminal.

Impunidade – As famílias das mulheres vítimas da violência vão se unir para manifestação amanhã, na Praça Ary Coelho, no Centro de Campo Grande. O objetivo é acabar com a vergonhosa impunidade desse tipo de crime no Estado. Mulheres foram mortas a facadas, tiros e até pedradas. Há casos escabrosos, como o de um ex-marido que cortou a mão da mulher a golpes de facão.

Cidades irmãs – O prefeito da Capital, Alcides Bernal, sancionou uma lei que torna Campo Grande cidade-irmã de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. A medida foi sancionada e publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Estado.

Sem prazo – A nova licitação bilionária da coleta do lixo em Campo Grande não tem prazo para ser lançada. Segundo o município, o edital só vai ser lançado após a ação popular, que cancelou o certame de R$ 1,8 bilhão, transitar em julgado.

(colaboraram Zana Zaidan e Kleber Clajus)

 

Moro deve levar chefe da PF em MS para Brasília
Já vai - Tudo indica que a temporada do delegado da Polícia Federal Luciano Flores na chefia da superintendência da corporação em Mato Grosso do Sul ...
Mochi prevê chamar concursados ainda em 2018
Aguardem - O presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (MDB), voltou a reafirmar nesta semana que deve fazer nova chamada de aprovados em con...
Marquinhos defende carnaval de rua e cobra segurança
Contra e a favor - Os vereadores repercutiram ontem, durante sessão da Câmara Municipal de Campo Grande, a questão dos carnavais fora de época na Orl...
Novos deputados prestigiam Reinaldo
Aproximação – A assinatura de contratos para a construção de casas populares em Paranaíba e Chapadão do Sul, realizada ontem na Governadoria, contou ...


que cabecinha pequena desse povo... até o aeroporto de Guarulhos tem poucos bancos,justamente por isso... é fácil reclamar, mas ver que nossa realidade ainda é bem melhor que de outras cidades, como Marília,por exemplo, que nem esteira para as bagagens tem,é tudo manual.. Entre outros assuntos referentes ao nosso Estado, se estão insatisfeitos e vão ficar queimando, arrumem lugar melhor pra morar! Aqui é um paraíso!
 
Camila Schmitz em 14/01/2014 03:17:49
È DIFÍCIL DE ACREDITAR NISSO...!
O AR CONDICIONADO NÃO FUNCIONA A MAIS DE 1 ANO... ESTE NÃO TEM MAIS A CAPACIDADE DE ANTES...
OS BANCOS FORAM RETIRADOS POR QUE SE DEIXA-LOS O ESPAÇO PARA CIRCULAÇÃO DE PASSAGEIROS E CARRINHO FICA MENOR... COMO MUITOS OUTROS AEROPORTOS DO BRASIL, O DE CGR NÃO COMPORTA MAIS A CAPACIDADE!!!
 
JOICE SANTOS em 12/01/2014 07:18:51
Há um local destinado a reclamações para o aeroporto daqui, se é que podemos chama-lo de aeroporto
http://www.infraero.gov.br/aplicacoes/prouvi/
A superintendente de campo grande chama-se Bárbara e a "jênia" responsável pela área de atendimento no saguão chama Jaqueline
 
Pedro Nogueira em 11/01/2014 18:55:54
Que absurdo!!! Que ideia mais IDIOTA, pensamento pequeno desligar ar e tirar bancos, por favor pagamos taxas de embarque.
 
Damares Jacó em 11/01/2014 18:34:30
Gostaria de saber o nome desta BESTA que mandou desligar o ar e retirar os bancos, ele que explique para que pagamos as taxas de embarques mais caras do mundo, será que é para pagar uns ibecis deste naipe !!
 
CLELIO AUGUSTO em 11/01/2014 09:39:16
O Aeroporto "Internacional" de Campo Grande lembra a "Velha" Rodoviária!...Sujo, mal cheiroso, quente, antigo e pequeno!...Campo Grande merece um novo terminal prometido pela "INFRAZERO" a mais de 10 anos. Uma sugestão seria a ampliação e adequação do Aeroporto Santa Maria para a aviação civil do atual SBCG.
 
Paulenir de Barros em 11/01/2014 08:46:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions