A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/01/2014 06:00

Justiça volta de recesso e pode fazer história

Edivaldo Bitencourt

Substituto – O diretor-presidente da Fundac, Júlio Cabral, vai sair de férias de 2 a 31 deste mês. O comando da Fundação Municipal de Cultura ficou com Emerson dos Santos Borges no período, conforme portaria do prefeito Alcides Bernal (PP), publicada na edição de ontem do Diário Oficial.

Segue – A Prefeitura ignorou as críticas de direcionamento e manteve a licitação para escolher as agências de publicidade. O contrato prevê o pagamento de R$ 12 milhões. A subcomissão que irá analisar as propostas será escolhida dia 16 deste mês. Já as propostas serão abertas em 21 de fevereiro.

Dezenas – O número de veículos coberto pelas águas da chuva de sábado é maior do que o divulgado inicialmente. Segundo motoristas, mais de 40 veículos ficaram com os carpetes e bancos molhados. Funcionários do Shopping Norte Sul tiraram fotos e prometeram reparar os proprietários dos carros atingidos.

Vagas – O prefeito da Capital afirmou que a Fundação Municipal Social do Trabalho está com vagas disponíveis “para quem quer trabalhar”. Agora, fica a dúvida, há vagas no mercado para quem não deseja trabalhar?

Judiciário – O Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul volta hoje do recesso com a perspectiva de fazer história. Os desembargadores vão decidir se mantêm ou suspendem o processo de cassação do prefeito pela Câmara Municipal. A decisão poderá ser tomada pela Justiça antes do retorno dos vereadores, em fevereiro.

Juiz – Bernal também enfrenta duas ações do Ministério Público Estadual, com pedido de liminar, que podem afastá-lo do cargo. As decisões dependem apenas dos dois titulares das Varas dos Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos.

Mais um pouco – Juliana Zorzo (PSC) gostaria de ficar por mais um tempo na Câmara Municipal. No entanto, ela não deverá voltar do recesso, já que a vaga será ocupada pelo titular, Herculano Borges, que deixará o cargo de secretário da Juventude na reforma anunciada pelo governador André Puccinelli.

Vaga – A vaga do conselheiro José Ancelmo dos Santos, que deixa o cargo no Tribunal de Contas em fevereiro após completar 70 anos, deverá ficar vaga por alguns meses. O governador pretende manter Osmar Jeronymo, o principal cotado para o cargo, por mais um tempo na Secretaria de Governo. Ele deverá assumir a vaga só em novembro, após as eleições de outubro.

Outra vaga – Outra vaga é do atual presidente, Cícero de Souza, que também deve atingir 70 anos neste ano. Ele deixará o cargo de conselheiro no final do ano. O mais cotado para a vaga é o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos.

(colaboraram Kleber Clajus e Josemil Arruda)

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


"Agora, fica a dúvida, há vagas no mercado para quem não deseja trabalhar?" Sim! Mais especificamente na Câmara Municipal de Campo Grande, onde nossos ilustres vereadores não fizeram nada até agora, a não ser se deter em CPIs que não levam a nada. E o POVO (contribuinte), que paga o salário deles, que se dane!
 
Antonio Paredes em 07/01/2014 10:50:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions