A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/01/2014 06:00

Justiça volta de recesso e pode fazer história

Edivaldo Bitencourt

Substituto – O diretor-presidente da Fundac, Júlio Cabral, vai sair de férias de 2 a 31 deste mês. O comando da Fundação Municipal de Cultura ficou com Emerson dos Santos Borges no período, conforme portaria do prefeito Alcides Bernal (PP), publicada na edição de ontem do Diário Oficial.

Segue – A Prefeitura ignorou as críticas de direcionamento e manteve a licitação para escolher as agências de publicidade. O contrato prevê o pagamento de R$ 12 milhões. A subcomissão que irá analisar as propostas será escolhida dia 16 deste mês. Já as propostas serão abertas em 21 de fevereiro.

Dezenas – O número de veículos coberto pelas águas da chuva de sábado é maior do que o divulgado inicialmente. Segundo motoristas, mais de 40 veículos ficaram com os carpetes e bancos molhados. Funcionários do Shopping Norte Sul tiraram fotos e prometeram reparar os proprietários dos carros atingidos.

Vagas – O prefeito da Capital afirmou que a Fundação Municipal Social do Trabalho está com vagas disponíveis “para quem quer trabalhar”. Agora, fica a dúvida, há vagas no mercado para quem não deseja trabalhar?

Judiciário – O Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul volta hoje do recesso com a perspectiva de fazer história. Os desembargadores vão decidir se mantêm ou suspendem o processo de cassação do prefeito pela Câmara Municipal. A decisão poderá ser tomada pela Justiça antes do retorno dos vereadores, em fevereiro.

Juiz – Bernal também enfrenta duas ações do Ministério Público Estadual, com pedido de liminar, que podem afastá-lo do cargo. As decisões dependem apenas dos dois titulares das Varas dos Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos.

Mais um pouco – Juliana Zorzo (PSC) gostaria de ficar por mais um tempo na Câmara Municipal. No entanto, ela não deverá voltar do recesso, já que a vaga será ocupada pelo titular, Herculano Borges, que deixará o cargo de secretário da Juventude na reforma anunciada pelo governador André Puccinelli.

Vaga – A vaga do conselheiro José Ancelmo dos Santos, que deixa o cargo no Tribunal de Contas em fevereiro após completar 70 anos, deverá ficar vaga por alguns meses. O governador pretende manter Osmar Jeronymo, o principal cotado para o cargo, por mais um tempo na Secretaria de Governo. Ele deverá assumir a vaga só em novembro, após as eleições de outubro.

Outra vaga – Outra vaga é do atual presidente, Cícero de Souza, que também deve atingir 70 anos neste ano. Ele deixará o cargo de conselheiro no final do ano. O mais cotado para a vaga é o presidente da Assembleia Legislativa, Jerson Domingos.

(colaboraram Kleber Clajus e Josemil Arruda)

A missão espinhosa de Marun
Casa cheia - No discurso em que saudou Carlos Marun como seu novo ministro da Secretaria de Governo, Michel Temer disse ter ficado preocupado com a p...
Só praças estão presos por cobrar propina
Só praças – A investigação sobre o envolvimento de policiais militares com a “Máfia do Cigarro” indica que, por ora, não há oficiais entre os policia...
Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...


"Agora, fica a dúvida, há vagas no mercado para quem não deseja trabalhar?" Sim! Mais especificamente na Câmara Municipal de Campo Grande, onde nossos ilustres vereadores não fizeram nada até agora, a não ser se deter em CPIs que não levam a nada. E o POVO (contribuinte), que paga o salário deles, que se dane!
 
Antonio Paredes em 07/01/2014 10:50:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions