ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 18º

Jogo Aberto

Marquinhos amplia público na rede social com lives

Por Marta Ferreira, Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha | 27/03/2020 06:00
Joguinho de dominó com funcionários de abrigo é passa-tempo para idosos alojados (Foto: Marcos Maluf)
Joguinho de dominó com funcionários de abrigo é passa-tempo para idosos alojados (Foto: Marcos Maluf)

Passam-tempoPara passar o tempo, idosos, abrigados em um dos alojamentos montados para tirar pessoas da rua e protegê-las do novo coronavírus, levaram para a "casa nova" os velhos hábitos. Dominó é um dos jogos preferidos.

Nunca é tarde - É sempre bom estimular a memória e nunca é tarde para aprender. O 16 velhinhos também têm acesso a livros e estão tendo aulas de artesanato.

Audiência – A crise do coronavírus produziu reflexo no número de seguidores do prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). Desde que começaram as transmissões ao vivo, para evitar aglomerações das entrevistas coletivas, com risco de contágio, ele ganhou pelo menos 5 mil curtidas em sua página no Facebook, onde o "ao vivo" é feito.

Audiência 2 – O número de seguidores, pessoas que acompanham a página sem curtir, também está aumentando. Já passa dos 106 mil mil, ou seja, mais de 10% da população da cidade, de 990 mil habitantes.

Repercussão – Na live feita ontem, quando Marquinhos mais uma vez comentou as medidas restritivas adotadas na cidade contra a propagação do vírus, havia mais de 5 mil pessoas acompanhando. O número de compartilhamentos passou dos 500.

Companhia – Em uma das vezes em que foi à internet falar ao vivo nesta semana, o prefeito chegou a dizer que o compromisso, agora diário, é até uma espécie de passatempo para quem está em casa em quarentena.

À vontade – Diferente de outros políticos, o prefeito não estranha o formato de vídeo. Antes de ser eleito prefeito, tinha programa de tv, o que explica a desenvoltura.

Socorro - O deputado Vander Loubet (PT) defendeu ontem a aprovação de que seja aprovado o projeto de renda básica emergencial pelo congresso. Mas citou valor diferente do que foi aprovado: de acordo com ele a previsão era de pagamento de um salário mínimo de auxílio aos beneficiados. Foi aprovado valor de R$ 600,00 que pode chegar a R$ 1,2 mil para mulheres chefes de família.

Milhões - Segundo o petista, a iniciativa pode ajudar 100 milhões de pessoas. A proposta é dos partidos que fazem oposição a Bolsonaro. No grupo estão PT, PDT, PSOL, PC do B, PSB e Rede.

Contemplados - Esta renda básica é voltada pessoas de baixa renda e profissionais de atividades informais. Segundo o petista, o presidente da Câmara Federal, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) se comprometeu em por a proposta em votação, o acabou acontecendo ontem.