A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/01/2015 06:00

Marquinhos ganha apoio de André para disputar prefeitura

Edivaldo Bitencourt

Devagar – O presidente regional do PT, Paulo Duarte, recorreu ao cantor Paulinho da Viola para ilustrar como vai administrar a crise na sigla. “Faça como o velho marinheiro, que durante o nevoeiro leva o barco devagar”, destacou.

União – A permanência de Duarte no comando regional do partido evita a explosão de nova disputa entre os grupos de Zeca do PT e Delcídio do Amaral. Apesar de levantarem a bandeira branca, os dois estavam empenhados para a guerra pelo comando do diretório.

Estratégico – Como elo entre os dois lados, Paulo Duarte mantém a harmonia na sigla e vai comandar o PT na sucessão municipal em 2016. A escolha dos prefeitos vai pesar na escolha do próximo candidato a governador e senador. Delcídio vai estar encerrando o mandato de oito anos.

Eleições 2016 – O nome do deputado estadual Marquinhos Trad ganhou força no PMDB para ser o candidato do partido no próximo ano. Pesquisa do Ipems, divulgado no mês passado pelo Campo Grande News, mostrava o deputado na liderança no cenário em que o ex-governador André PUccinelli não é o candidato da sigla.

Apoio – Marquinhos ganhou um cabo eleitoral de peso. Nos últimos dias, o ex-governador tem dito aos mais próximos que o seu candidato para suceder Gilmar Olarte (PP) é o deputado estadual. Com esse apoio, Trad deverá desistir da ideia de trocar de partido.

Gafe – O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) cometeu uma gafe durante abertura da Showtec em Maracaju. Ao fazer discurso no evento, ele chamou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pelo nome do antecessor, André Puccinelli. O público presente caiu na gargalhada.

Reação – Assessor de um vereador de Dourados cochichou um pedido no ouvido do secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula. No entanto, a reação foi alto e bom som. “Você não sabe o que ele está passando, o mundo está caindo na cabeça do cara”, exclamou o secretário, deixando claro que o pedido era dirigido ao governador.

Convite – O novo secretário estadual da Produção e Agricultura Familiar deve ser anunciado amanhã. No entanto, o anúncio ainda depende da resposta do convidado. Ele é de Dourados e deve dizer se aceita ou não só amanhã.

Motivo – Ex-presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária), Ademar Silva Júnior, rejeitou o convite porque não concordou com a prioridade da Secretaria de Produção: assentados e sem-terra. Representante do agronegócio, ele achou incoerente trabalhar para uma turma que sempre combateu.

Terceiro – O presidente da Aprosoja, Maurício Saito, é o terceiro convidado para a Secretaria de Produção. Ele é de Itaporã e pode entrar no primeiro escalão como representante de Dourados. Além de Ademar, o deputado estadual Márcio Fernandes (PTdoB) também já disse não ao governador.

(Colaboraram Caroline Maldonado, Kleber Clajus e Helio de Freitas)

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions