ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 34º

Jogo Aberto

MS terá 13 horas de “Lei Seca” no dia da eleição

Anahi Zurutuza e Caroline Maldonado | 13/09/2022 06:00
Venda de bebidas será proibida no dia da votação. (Foto: Eliel Oliveira/Arquivo)
Venda de bebidas será proibida no dia da votação. (Foto: Eliel Oliveira/Arquivo)

Lei Seca - Faltando 20 dias para as Eleições de 2022, o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) definiu como funcionará a “Lei Seca”, nome popular para a proibição de venda e consumo de bebidas alcoólicas, no dia da votação. Para “garantir a ordem e a tranquilidade no dia das eleições”, a Justiça Eleitoral proibiu a venda de álcool entre as 3h e às 16h do dia 2 de outubro.

2º turno – A mesma regra vale para o segundo turno, se houver. Bares, restaurantes, conveniências, lanchonetes, trailers, hotéis e demais estabelecimentos comerciais e similares estão proibidos de vender bebida. O consumo em qualquer local aberto ao público também será considerado irregular.

Segurança – Além de tropas do Exército Brasileiro enviadas à fronteira, Mato Grosso do Sul contará com o reforço de policiamento nas aldeias indígenas no dia das eleições. A segurança destes territórios ficará a cargo da PF (Polícia Federal).

Nas estradas – A Polícia Rodoviária Federal também foi convocada para o pleito. Além de trabalhar no transporte e escolta de urnas eletrônicas, equipes da PRF ficarão espalhadas pelas rodovias para aumentar a fiscalização e ajudar no combate a crimes eleitorais, como o transporte ilegal de eleitores, por exemplo.

Liberada – A pedido do Governo de Mato Grosso do Sul, o TRE-MS a divulgação de material publicitário sobre como prevenir a varíola dos macacos até as eleições. Em ano de campanha eleitoral, a Justiça Eleitoral tem de ser consultada pelo poder público sempre que for necessário veiculação de propaganda.

Paródia – Depois de alcançar o Top 1 das 50 músicas mais tocadas do Brasil no Spotify, a sertaneja Ana Castela ganhou mais uma prova de que se tornou pop mesmo. A música “Pipoco”, que a sul-mato-grossense gravou com a MC Melody e virou fenômeno na internet, também foi parar na propaganda eleitoral de candidato. Vinícius Poit, que disputa o Governo de São Paulo pelo partido Novo, fez paródia com o hit. O trecho alterado da música diz: "Se prepara/ Tudo é possível pra quem quer mudar/ Do jeito que tá, não dá pra ficar/ Vinícius Poit pra te governar, Vínicius Poit pra te governar".

Muita sorte - Sorteada para ganhar um dos 10 lotes do loteamento Paulo Coelho Machado da Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários), uma mulher foi desclassificada. O motivo foi a “sorte em dobro”. Ela já foi beneficiada em sorteio anterior e, mesmo assim, se inscreveu novamente. A agência chamou uma suplente ontem (12) para entregar documentos e ganhar um lote.

Peixe 3D - Algumas espécies de peixes podem ter representações em 3D no Bioparque Pantanal para experiências táteis aos visitantes com deficiência visual. Tudo vai depender de parceria, que está sendo discutida entre o Governo do Estado e o Sesi (Serviço Social da Indústria). A startup do Sistema Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) tem profissionais qualificados para atender a esse tipo de demanda.

Técnica - De modo geral, entidades representativas já têm o papel de contribuir com a criação de projetos de lei, mas nem sempre os vereadores da Capital procuram as instituições. O conhecimento técnico, contudo, não vai mais faltar no caso de projetos ligados ao setor da construção e mercado imobiliário. A Câmara de Campo Grande formalizou um termo de cooperação com 14 entidades ligadas ao setor para evitar deslizes nas futuras proposições para a área.

Na Capital – Corpo a corpo com eleitores, caminhadas, entrevistas e adesivagem estão entre os compromissos dos candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul. Nesta terça-feira (13), Adonis Marcos (Psol), André Puccinelli (MDB), Capitão Contar (PRT), Eduardo Riedel (PSDB), Giselle Marques (PT), Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (União Brasil) cumprem agenda em Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias