ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 23º

Jogo Aberto

Ninguém lembra, mas bichos sofrem no dia das eleições

Anahi Zurutuza e Jéssica Benitez | 28/09/2022 06:00
Cães, gatos e outros animais sofrem com barulheira de fogos de artifício. (Foto: Personal Pet CG/Reprodução)
Cães, gatos e outros animais sofrem com barulheira de fogos de artifício. (Foto: Personal Pet CG/Reprodução)

Campanha à parte – A cinco dias da votação, protetores de animais estão usando as redes sociais para espalhar apelo: “não soltem fogos nas eleições”. Cães e gatos sofrem com o barulho dos foguetes, comumente usado nas comemorações dos comitês. As consequências mais graves para os bichinhos, segundo veterinários, são paradas cardíacas ou convulsões.

Busca e apreensão - Candidato à reeleição, o deputado federal Loester Carlos (PL), o Trutis, corre o risco de “perder” uma caminhonete, após a Justiça Eleitoral acatar denúncia, feita pelo canal do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chamado Pardal, de que o veículo trafega por Mato Grosso do Sul totalmente adesivado com imagens dele, da esposa Raquelle Lisboa (PL), que também é candidata, e do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Mais irregularidades – De acordo com decisão do juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, além da adesivagem irregular, o uso de alto-falante para propaganda de todos os citados também é feito de fora das normas estabelecidas pela legislação.

Prova – Após tomarem ciência do que foi decidido, Trutis e Raquelle apresentaram à Justiça fotos do automóvel sem adesivos, mas o magistrado manteve a determinação de busca e apreensão até que a caminhonete seja levada ao Cartório da 8ª Zona Eleitoral para provar que a propaganda ilegal foi completamente retirada.

Votação atípica – O Estado terá um domingo atípico. É que pela primeira vez na história, além dos candidatos às vagas na Assembleia e ao Governo, para a Câmara Federal e ao Senado nas seções de votação, urnas “sul-mato-grossenses” receberão os votos de duas candidatas à Presidência, Simone Tebet (MDB) e Soraya Thronicke (UB). A três-lagoense Simone vota em Campo Grande. Ela estará às 8h (no horário local), na Escola Estadual Lucia Martins Coelho, localizada na Rua Bahia, para depositar seus votos. Já a douradense Soraya votará às 9h na Escola Municipal Professor Arassuay Gomes de Castro, Vila Manoel da Costa Lima, também na Capital.

Agenda intensa – Depois de votar, Simone não passará muito tempo em solo sul-mato-grossense. Às 12h (no horário de Brasília), ela acompanha o voto do presidente do MDB, Baleia Rossi, no Distrito Federal, e às 15h30, estará ao lado da senadora e candidata à vice-presidente, Mara Gabrilli (PSDB), em São Paulo (SP), onde também acompanha a apuração do resultado das eleições.

Reuniões – Nos últimos dias de campanha, candidatos ao Governo de Mato Grosso do Sul intensificam o batalha “voto a voto”, fazendo reuniões com eleitores organizadas por apoiadores. André Puccinelli (MDB) terá encontros em cinco bairros de Campo Grande nesta quarta-feira (28), enquanto Giselle Marques (PT) fará caminhada e terá ao menos quatro reuniões. Também na Capital, Marquinhos Trad (PSD) passeia por bairros, visita empresas e conversa com apoiadores.

Cruzada – A candidata à governadora Rose Modesto (União Brasil) decidiu colocar a campanha na estrada, sem economiza nos quilômetros. Logo cedo, ela vai às cidades vizinhas de Guia Lopes da Laguna e Jardim e na sequência, cruza o Estado para participar de mobilização ao lado de apoiadores em Coxim e Rio Verde. Eduardo Riedel (PSDB) também pede votos pelo interior, em Corumbá e Ladário, onde participa de reuniões de encerramento da campanha pelo 1º turno.

Reforço – O Ministério da Defesa anunciou ontem que cerca de 34 mil militares das Forças Armadas vão trabalhar na segurança e apoio logístico das eleições no domingo (2). Serão empregadas 430 embarcações de pequeno porte, 18 navios, 3 mil viaturas, 62 blindados e 47 aeronaves, entre aviões e helicópteros. Além de trabalhar na segurança dos locais de votação, os militares também auxiliarão no transporte de urnas para localidades remotas, como as comunidades ribeirinhas do Pantanal sul-mato-grossense.

Seguidores – Daisa Garcia, 29 anos, que teve o nome envolvido em confusão com o candidato a deputado federal Saulo Batista (Republicanos), na manhã de segunda-feira (26), ganhou pelo menos 2 mil seguidores após o episódio, em edifício de luxo de Campo Grande. A mulher, que se identificava nas redes sociais como influenciadora digital sobre moda, beleza e estilo de vida, agora é dona de conta com 21 mil “fãs” no Instagram. Ela passou a terça-feira (27) divulgando informações sobre violência doméstica e relacionamentos abusivos, situações que disse ter vivido.

Nos siga no Google Notícias