A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


06/12/2013 06:00

O petista com digitais do relatório final da CPI da Saúde

Edivaldo Bitencourt

Atípicos – Os vereadores estão estranhos nos últimos dias. Com a perspectiva de mudarem de lado, da oposição para a situação, muitos decidiram evitar entrevistas e declarações polêmicas. A maioria foge das perguntas e joga a “batata quente” para as mãos do presidente da Casa, Mario Cesar (PMDB).

IPTU – A reação contra o reajuste do IPTU por decreto veio do lado menos esperado. Um dos poucos a reagir contra a medida foi o líder do prefeito na Câmara Municipal, Marcos Alex (PT). Mantendo a coerência, o petista cobrou que o reajuste deve ser feito por meio de lei municipal.

MPE – A CPI da Saúde da Assembleia Legislativa encaminhou, ontem, o relatório final para o MPE (Ministério Público Estadual). Apesar de não ter sido aprovado, o relatório do presidente, Amarildo Cruz (PT), também foi encaminhado junto com o de Junior Mochi (PMDB), endossado por quatro deputados estaduais.

Campo sem paz – Os índios e a Funai ignoraram solenemente a audiência pública para discutir o conflito entre produtores rurais e índios. O evento foi promovido na Câmara Municipal a pedido da vereadora Juliana Zorzo (SPC).

Caindo – O administrador regional da Funai em Campo Grande, Marco Aurélio Milken Tosta, que está arrumando as malas para deixar o cargo, também não apareceu. Ele enviou um ofício informando que estava em viagem. No entanto, não informou o motivo nem para onde foi a tal viagem.

Sem logística – Já os índios alegaram falta de transporte para ir até o legislativo municipal na Capital. Muitos vereadores ficaram com uma pulga atrás da orelha, já que ninguém pediu ajuda para deslocamento até a Capital. No dia anterior, os índios fizeram manifestação na Justiça Federal em Campo Grande, apesar do “problema da falta de logística”.

Gravata azul – Vários vereadores foram de gravata azul ontem na sessão da Câmara Municipal. Os aliados antigos e os futuros, como Zeca do PT e Jamal, alegaram que a cor simboliza a “paz e a neutralidade”. Só Paulo Pedra (PDT) justificou que a gravata era azul para combinar com o terno e a camisa.

Digitais - O relatório final da CPI da Saúde da Assembleia tem digitais de um petista. Apesar de ter sido criticado por alguns peemedebistas, o advogado Ronaldo Franco ajudou na elaboração do relatório final do deputado Junior Mochi, que foi aprovado por 4 votos a 1. Ele, inclusive, discordou do indiciamento de 12 pessoas, proposto em relatório separado pelo presidente da comissão, Amarildo Cruz (PT).

Motivo - Cruz tinha motivo mais do que especial de propor o indiciamento dos 12, incluindo-se o ex-prefeito Nelsinho Trad. O deputado estadual, que apoiou a campanha de Alcides Bernal desde o primeiro turno, foi o único graduado a emplacar um apadrinhado no primeiro escalão da prefeitura. Ele indicou o presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação). Entre os deputados, ficou claro que o petista agiu para tentar ajudar Bernal, que enfrenta uma grave crise política na Câmara. 

Confronto – O presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Rodrigues Souza, vai ter um dia daqueles hoje. A reunião do conselho promete se transformar em um campo de guerra. Ex-aliados e opositores prometem estar no mesmo lado para “metralhar” o dirigente, que caiu em desgraça após firmar contrato de trabalho com a administração de Alcides Bernal.

(colaboraram Cleber Clajus e Leonardo Rocha)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions