ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  29    CAMPO GRANDE 22º

Jogo Aberto

Obra em rodovia testa paciência de motoristas

Por Adriel Mattos | 18/11/2021 06:00
Condutores chegam a esperar uma hora e meia para seguir viagem. (Foto: Direto das Ruas)
Condutores chegam a esperar uma hora e meia para seguir viagem. (Foto: Direto das Ruas)

Operação tartaruga – Quem trafega pela ecoturística rodovia MS-382, no trecho Guia Lopes da Laguna-Bonito, precisa ter muita paciência. Em obra de recapeamento, há muito tempo aguardada por todos, a empreiteira LCM Construção e Comércio impõe ritmo de paradas capaz de por à prova a paciência de qualquer monge.

Haja paciência – Enquanto em outras obras do mesmo gênero as paradas se limitam a 2 ou 3 km, a LCM faz bloqueios de 20 quilômetros e obriga motoristas a aguardarem por até uma hora e meia para passar pelo trecho em obras. Resultado: a obra, que é digna de aplausos, acaba atraindo publicidade negativa para o Governo do Estado, que paga o pato pela lentidão imposta pela construtora.

Patrimônio – O vereador Ronilço Guerreiro (Podemos) entrou em uma campanha que pede a desapropriação da antiga Casa da Memória Arnaldo Estevão de Figueiredo, hoje, sede de uma autoescola. A ideia é tornar o local um espaço cultural como foi antes.

É da cidade – “Trata-se de um espaço histórico de nossa Capital e não podemos apagar nossa memória. Quero dizer que não é nada contra a empresa que está lá atualmente, mas precisamos respeitar nossa história. Um local tão importante e numa localização privilegiada tem tudo para se tornar um espaço cultural, com exposições, salas de debate e que vai pulsar cultura no Centro da Capital”, declarou o parlamentar.

Abaixo-assinado – A desapropriação é o pedido de um abaixo-assinado na internet. Na petição, os autores sustentam que a Casa de Memória faz parte de uma Zona Especial de Interesse Cultural. “A desapropriação por ‘interesse cultural’ do referido imóvel, tem como finalidade, para que ali seja desenvolvidas atividades artísticas e culturais”, justifica Guerreiro.

Saudade – A senadora Simone Tebet (MDB-MS) lembrou dos 15 anos da morte do ex-presidente do Senado e ex-governador Ramez Tebet. O pai da senadora faleceu em decorrência do câncer em 2006.

Inspiração – “15 anos de ausência. 15 anos de presença viva na memória e nos ensinamentos. 15 anos seguindo os seus rastros. Ramez Tebet, meu pai, o eterno sujeito do texto de minha vida”, tweetou a senadora.

Chegando lá – Simone realmente passou pelas mesmas funções que o pai. Foi prefeita, vice-governadora e senadora. Ramez foi um pouco mais longe e foi governador e presidente do Senado. Simone desistiu de concorrer ao governo em 2018 e perdeu a disputa pela presidência do Senado neste ano.

Pode mudar? – A deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) apresentou indicação ao Governo do Estado, sugerindo a mudança do período de defeso. Pescadores procuraram o gabinete da tucana informando que a reprodução dos peixes tem começando em outubro e não mais em novembro.

Eles fizeram – “É importante destacar que estados como Mato Grosso, ao observarem o noticiado comportamento reprodutivo das espécies dos peixes, já anteciparam o período de defesa da piracema para o início do mês de outubro e término no início do mês de fevereiro”, justificou Mara. Como é sugestão, não há obrigação legal do governo atender, mas a administração ainda pode estudar a indicação se achar válida.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário