ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 18º

Jogo Aberto

Ocupação de UTIs está estável, alega município na Justiça

Por Anahi Zurutuza | 08/08/2020 06:00
Procurador-geral do município, Alexandre Àvalo, durante audiência de conciliação nessa sexta-feira (Foto: Henrique Kawaminami)
Procurador-geral do município, Alexandre Àvalo, durante audiência de conciliação nessa sexta-feira (Foto: Henrique Kawaminami)

Não está na hora – Assim como o prefeito Marquinhos Trad (PSD) vem dizendo nos últimos dias, a PGM (Procuradoria Geral do Município) se manifestou na ação civil em que a Defensoria Pública pede a decretação do fechamento de todas as atividades em Campo Grande argumentando que “não é o momento”. “O lockdown ainda não é medida necessária”.

Defesa – Na defesa, protocolada somente depois que audiência de conciliação na tarde de ontem terminou sem acordo, a PGM traz números para comprovar a tese. Explica que a explosão de casos entre junho e julho pode ser justificada pela ampliação nas testagens. “Além disso, o número de casos confirmados, quando divulgados, é composto na sua maior proporção, por casos já recuperados”.

UTIs – O documento assinado pelo procurador-geral Alexandre Àvalo também explica que apesar do aumento de casos a taxa de ocupação global de leitos em Campo Grande “manteve a linearidade entre 81% a 88% no período, pois os indicadores diários demonstram ações de expansão do número de leitos como estratégia de controle”.

Todo mundo – Além do vereador Vinícius Siqueira pedir para ser parte da ação proposta pela Defensoria contra o município, o CDDH (Centro de Defesa dos Direitos Humanos Marçal de Souza) também tentou, mas o juiz José Henrique Neiva negou. Para o magistrado, Defensoria e MP já agem em defesa dos direitos humanos no processo.

Dia dos Pais – Sem acordo ou decisão judicial sobre o lockdown, o comércio conseguiu o que queria, manter as portas abertas antes do Dia dos Pais, comemorado amanhã.

Estímulo – E os estímulos para as compras são dos mais variados. Para garantir o presente do Dia dos Pais, os servidores públicos estaduais contam com descontos que variam de 3% a 30% nas lojas associadas à CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) da Capital.

Pesar – Morreu na madrugada de ontem (7), vítima de uma parada cardíaca, o advogado Evandro Ferreira da Viana Bandeira. Ele foi um dos responsáveis pela criação da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência do Município, órgão que comandou, no período de janeiro de 2017 a setembro de 2018. A Prefeitura de Campo Grande emitiu nota de pesar.

Maria da Penha - No dia do aniversário de 14 anos da Lei Maria da Penha, a senadora Simone Tebet (MDB-MS), a primeira mulher a presidir a Comissão de Constituição e Justiça do Senado, lembrou que em tempos de pandemia, quando mulheres se tornaram mais vulneráveis por estarem passando mais tempo com agressores, o Congresso aprovou e já virou lei, medida que transforma em serviço essencial o atendimento às vítimas de violência doméstica e familiar.

Melhor lei - A juíza Helena Alice Machado Coelho, que responde pela Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar em Mato Grosso do Sul, fez ontem convite à reflexão. “Quando falamos em prevenção e combate à violência doméstica e familiar, a Lei Maria da Penha é a terceira melhor lei do mundo, no entanto, em um ranking de quase 90 países que mais matam mulheres no mundo, o Brasil ocupa a quinta posição. Vamos refletir sobre o que está acontecendo?”.