A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


03/02/2017 06:00

Petistas viajam a noite toda para dar adeus a dona Marisa

Waldemar Gonçalves

Sem vida fácil – "Pautada pela discrição e simplicidade, Marisa Letícia não teve uma vida fácil no período em que esteve no Palácio da Alvorada. Foram oito anos de intenso bombardeio da imprensa contra Lula e contra ela, mesmo com o Brasil em amplo crescimento econômico e social, como nunca antes na história". Este é um trecho da nota que o diretório do PT de Mato Grosso do Sul divulgou em homenagem à ex-primeira-dama, falecida ontem, aos 66 anos.

Vou de carro – O presidente regional do partido, Antônio Carlos Biffi, estará no velório de dona Marisa. Partiria de carro ontem à noite de Três Lagoas, onde estava em uma agenda, para atravessar a noite viajando 700 km até São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. "Os trabalhadores e trabalhadoras do PT de Mato Grosso do Sul estão juntos neste momento de dor, que vai se transformar em luta por um Brasil novo", encerra a nota dos petistas sul-mato-grossenses.

Cadeira para Siufi – O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), leu ontem, na reabertura dos trabalhos da casa, a carta de renúncia de Délia Razuk (PR) para a vaga de Marquinhos Trad (PSD). Ambos foram eleitos prefeitos, ela em Dourados, ele em Campo Grande. Em seguida, o peemedebista já faz a convocação oficial para que o correligionário Paulo Siufi assuma a cadeira, a partir da semana que vem.

Até a oposição – Em minoria na Assembleia, a oposição também tem discurso pró-governo. O deputado estadual João Grandão (PT) diz que seu partido também trabalhará para colaborar com a gestão do PSDB. Mas, ressalta que o compromisso é com as minorias e na defesa dos interesses dos trabalhadores.

Demitido – O namorado da vereadora Dharleng Campos (PP) ficou exatos 21 dias no cargo de assessor parlamentar – dela – da Câmara Municipal. O presidente da casa, vereador João Rocha (PSDB), que assinou a admissão publicada em 10 de janeiro, também formalizou a exoneração, publicada em 1 de fevereiro. A progressista que foi alvo nas redes sociais não quer mais tocar no assunto e apenas diz: "me deixem trabalhar".

Sem pompa – Os novos diretores da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) assumiram seus cargos, ontem, sem qualquer pompa. Em uma “posse administrativa”, Pedro Arlei Caravina (PSDB), prefeito de Bataguassu, assinou o termo de presidente em uma sala de reuniões da entidade. Entretanto, disse que fará uma “posse solene”, com presença de autoridades, para os próximos dias.

Promessas – Na presença de grande parte dos prefeitos que formam a nova administração da Assomasul, Pedro Caravina prometeu “avançar nas conquistas” do seu antecessor e manter o diálogo com o Governo do Estado. O foco? Nada além do discurso óbvio: mais melhorias para os municípios sul-mato-grossenses.

Houve disputa – Representante do governo estadual na posse da Assomasul ontem, o chefe da Casa Civil, Sérgio de Paula, revelou que foi procurado por diversos prefeitos interessados em assumir a entidade, em uma disputa interna “muito leal”. Elogiou, porém, a decisão pela formação de uma chapa única, e que espera “lealdade com o governo”.

Delegados – Um dos momentos de descontração aconteceu quando Pedro Caravina agradeceu a presença do vereador Wellington de Oliveira (PSDB), de Campo Grande, e brincou com o fato de ambos serem delegados da Polícia Civil e amigos. “Tem algema para todo mundo”, comentou o parlamentar campo-grandense. Todos começaram a rir.

Time novo – Um mês após a posse e eleição da nova mesa diretora, as exonerações e nomeações continuam na Câmara de Dourados. Diariamente, dezenas de decretos são publicados no Diário Oficial do Município. Além dos oito estreantes, que estão montando o time para o ano legislativo, boa parte dos 11 reeleitos também trocou os assessores.

(com Alberto Dias, Helio de Freitas, Leonardo Rocha e Richelieu de Carlo)

Vinda de Temer a MS atraiu poucos políticos
Recepção solitária – Programada em meio ao clima de tensão política sem fim em Brasília, a agenda do presidente Michel Temer em Mato Grosso do Sul no...
Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions