A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/06/2013 07:05

Preço da tarifa poderia cair bem mais

Ângela Kempfer

Meia boca - O prefeito Alcides Bernal poderia reduzir mais a tarifa do ônibus. Só com o corte tributário estabelecido pelo Governo Federal, a queda seria de  R$ 0,12. Mas o valor ficaria bem mais popular se ele reduzisse alíquota de ISS. Ele pode cobrar entre 2% e 5%, mas prefere impor o índice máximo.

Pedido negadoOs vereadores pediram ao dono do estacionamento localizado em frente a Câmara, que ele retirasse as faixas de protestos que foram colocadas durante a manifestação de quinta. O empresário, além de não ouvir os nobres parlamentares, ainda foi lá e colocou a sua, dizendo ser favorável às criticas.

Apenas um - Apenas o vereador Eduardo Romero (PT do B) participou da audiência pública que discutiu a economia solidária nesta sexta-feira na Câmara.

Rapidinhas - A vereadora Grazielle Machado (PR) chegou a abrir o evento, porém pediu permissão para sair, já que tinha outros compromissos. A professora Rose (PSDB) só deu uma "passada", mas também não se animou com a discussão.

Alvos - Os funcionários da Câmara saíram mais cedo na quinta para evitar contato com os manifestantes. Eles já sabiam que a Casa de Leis estava no roteiro do protesto e então se adiantaram para não haver confronto.por fim, reclamaram que viraram alvos, apesar de não terem café reforçado.

Fechado – O portal da transparência da Assembleia Legislativa parece não entender bem o espírito da coisa. Para acessar a relação de funcionários, por exemplo, é preciso de senha.

Festinha - A manifestação de quinta-feira em Campo Grande mais parecia show dos Rebeldes. Um grupo teve dinheiro para imprimir faixas com a frase “Fora Dilma”, ao moldes das peças que são distribuídas em eventos de adolescentes.

Exagerou - E teve o cumulo do mau gosto entre as frases dos manifestantes. O ex-diretor do Samu, Eduardo Cury, levou um banner que dizia: “Dilma vá curar seu câncer em Cuba e depois se interne no Maracanã”.

Lado bom - Mas para não dizer que foi ruim, esses foram alguns dos poucos lados feios da festa democrática. As 40 mil pessoas (dados oficiais) que saíram às ruas fizeram bonito e para um protesto dessas dimensões, nem o lixo foi demasiado.

Mais uma vítima - O ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi, garante que também foi vítima da Máfia do Câncer. Ele acaba de passar por uma cirurgia para retirada de um tumor no intestino e jura que só enfrentou a operação porque ficou durante todo o tratamento bebendo água no lugar de remédio.

Vinda de Temer a MS atraiu poucos políticos
Recepção solitária – Programada em meio ao clima de tensão política sem fim em Brasília, a agenda do presidente Michel Temer em Mato Grosso do Sul no...
Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...



BRASIL MUDA SUA CARA , FAZ O QUE É CORRETO, EDUCAÇÃO, SAÚDE E TRANSPORTE.
 
EDINALDO TEIXEIRA BELAI em 24/06/2013 05:49:31
O Gigante acordou! Mas dormirá novamente se não tomarmos consciência e votarmos corretamente! E depois cobrar dos eleitos! (alguém se lembra em quem votou?). Hoje os Governantes refletem, de um modo ampliado, o povo. Onde ainda prevalece a Lei de Gerson no cotidiano e deixamos de respeitar o direito do outro e as leis em vigor (beber e depois dirigir, vender o voto, comprar produtos piratas, fazer “gatos”, compras/consultas sem nota/recibo, “nada a declarar” no retorno do exterior, etc.). Os nossos jovens devem tomar consciência da força que tem. Que nas rodinhas em torno de uma mesa de bar se discuta esses assuntos. Que não só fiquem dizendo que faltam “comidas” mas que discutam como produzir “comidas”. Lembro que não existe almoço grátis. Vida longa ao BRASIL e a sua DEMOCRACIA!
 
Alberto S Kanayama em 23/06/2013 11:17:55
Se querem uma manifestação comportadinha,bonitinha e sem palavroẽs que vão a uma procissão, acontece que os "santos" em questão são bem diferentes.
 
walter oliveira em 22/06/2013 14:01:15
Acho que as passeatas de protesto já deram o resultado esperado.
Se continuarem , acabarão caindo na mesmice de sempre e dando oportunidade aos baderneiros que se infiltram no movimento para vandalizar patrimônios.
É hora de buscar outros meios...
Pensem nisso...
Antônio Marques
 
Antonio Marques em 22/06/2013 11:00:05
As frases "Fora Dilma" e a frase do Dr Eduardo cury não tiveram nada de exagero, ao contrario destes comentários desmerecendo a manifestação, ruim é expor uma opinião contraria a da maioria como sendo uma verdade absoluta, lamentável.
 
aureliano sousa em 22/06/2013 10:45:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions