A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


10/07/2017 06:00

Prefeito enfrenta jogo pesado, mas de futebol

Lucas Junot e Leonardo Rocha

Em campo - Advogado, prefeito de Campo Grande e atacante, Marquinhos Trad (PSD) participou no último sábado (8) do Campeonato Estadual de Futebol Society, organizado pela OAB/MS. Diferente do gestor calmo e sorridente, o prefeito revelou toda “braveza” dos jogadores mais marrentos.

Torcida contra - Marquinhos apanhou mais dos zagueiros do time adversário do que de seus algozes na campanha de 2016. A parte engraçada eram os gritos da torcida, dos colegas advogados que diziam “Olha o Bernal!”, toda vez que o prefeito pegava na bola. Outros pediam para “pegar leve” com o prefeito. “Se não ele vai aumentar o IPTU, aí vocês vão ver”, brincavam.

Melhor na prefeitura - O prefeito caiu tanto que até o juiz brincou. “Da próxima vez vou colocar um piscinão para ele, de tanto que mergulha [no gramado]. Ainda de acordo com o árbitro, “ele se sai melhor administrando a cidade”.

Mirradinho - Uma grupo de apenas 3 pessoas fez um protesto bem tímido ontem em frente ao Comando Militar do Oeste, na Avenida Duque de Caxias. Com panfletos, eles tentavam convencer os motoristas que o melhor mesmo para o Brasil é a volta da ditadura militar.

Vira casaca? - O deputado Zé Teixeira (DEM), representante da ala rural da Assembleia, criticou a senadora e ex-ministra, Kátia Abreu, que segundo ele, teve ascensão política em meio a defesa do agronegócio, mas depois "trocou de lado".

Da água pro vinho - Ele lembra que Abreu fazia uma crítica voraz à forma que o PT administrava o Brasil. No entanto, quando foi chamada para ser ministra, começou a ser defensora de Dilma e de seu grupo político. "Ela virou as costas aos produtores", reclamou.

Em defesa - João Grandão (PT) fez a defesa da senadora e do governo Dilma, alegando que durante os 13 anos da gestão petista foram feitos vários programas para o setor rural, inclusive, de financiamento e crédito aberto aos produtores. "Quem precisou de apoio teve, ainda houve inclusão".

Patrões árabes - O arquiteto Luis Pedro Scalise, conhecido em MS e no Brasil por suas criações ousadas e grandiosas, agora é requisitado entre os xeiques do Oriente Médio. Ele diz que não pode contar muito sobre os trabalhos que vêm realizando do outro lado do mundo, porque os patrões árabes prezam muito pela discrição. "É tudo muito sigiloso, devido à segurança", explica.

Nos ares - O arquiteto voltou a Campo Grande na semana passada, após passar quase 1 mês no Oriente. Visitou e trabalhou em lugares como Dubai e Abu Dhabi, além de países como Qatar, Arábia Saudit. Sobre esta última viagem, o arquiteto conta pouca coisa, mas revela que trabalhou no interior de um avião particular de um xeique de Dubai.

Natal de volta - Uma outra novidade é que Scalise já começa a trabalhar na Casa do Papai Noel da Capital, que por muito tempo foi tradição no Jardim dos Estados. "Vou fazer novamente a Casa. Será um grande evento de 64 dias. Queremos fazer com que Campo Grande volte a sonhar com o Natal, estamos muito carentes nesse aspecto aqui na cidade", avalia.

Senador critica "descaso" com Paraguai
Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de ...
Campanha tucana atrai 75% dos prefeitos
Apoio – Enquanto o MDB, antigo aliado histórico do PSDB, patinou para fechar sua candidatura do governo do Estado, os tucanos contabilizam adesões. N...
Dois anos após "febre", Uber perde motoristas
Debandada – Quase dois anos depois de chegar a Campo Grande, e depois de muita polêmica, a plataforma de transporte por aplicativo mais conhecida, a ...
Cristhiano Luna é o nosso Lula
Livre - Um dos crimes de maior repercussão em Campo Grande teve novo capítulo na semana passada. O STF concedeu liminar e soltou Cristhiano Luna, ass...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions