A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/05/2014 06:00

Prefeito evangélico e a superstição

Edivaldo Bitencourt

Prazo – O PSDB espera definir em 15 dias os integrantes da chapa majoritária do partido nas eleições deste ano. O deputado federal Reinaldo Azambuja vem negociando espaços com o PSD e DEM. Ele quer bater o martelo até o início de junho.

Simbólico – Após o antecessor e inimigo sentar na cadeira, o prefeito Gilmar Olarte (PP) preferiu não arriscar e vai trocá-la. Evangélico e pastor, ele não destaca que não é superstição, mas “simbólico”.

Contra o retrocesso – Olarte destacou que a invasão e depredação do prédio da Prefeitura pesa contra Bernal junto a opinião pública. “Depois desse episódio equivocado, a população reagiu e demonstrou que não quer retrocesso”, garantiu o prefeito.

Intacta – O prefeito voltou a falar sobre as licitações. Ele garantiu que os assessores de Bernal não tocaram nas licitações do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Isso significa que o lançamento dos R$ 491 milhões pela presidente Dilma Rousseff (PT) está garantido para o dia 9 de junho deste ano.

Sem convite – O presidente da Câmara Municipal, Mario Cesar (PMDB), não convidou cinco dos 29 vereadores para a reunião com Olarte ontem de manhã. Eles entraram com ação na Justiça contra o decreto do legislativo, que cassou o mandato de Bernal. Na reunião, o prefeito fez um balanço dos estragos feitos no Paço Municipal.

PT – Na reunião do PT, no sábado, os militares fizeram calorosa defesa da candidatura própria ao Senado. Eles criticaram o nome do presidente da Fiems, Sérgio Longen, e defenderam o nome do presidente da Cassesm, Ricardo Ayache.

Deputados – O PT vetou, no encontro de sábado, dar carta branca para a executiva definir os candidatos a deputado estadual e federal. Os dirigentes deverão respeitar a assembleia da sigla e lançar os nomes aprovados por todos os militantes.

Lula – A visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Campo Grande deve ser abortada. Delcídio do Amaral e Zeca do PT não vêem necessidade do pouso emergencial do petista para discutir algo superado: a aliança com o PSDB já é carta fora do baralho nas eleições deste ano no Estado.

Indecisos - DEM, PTB, PSD, PSB, PRB e PR estão na lista dos indecisos nas eleições deste ano. Enquanto uns podem se aliar ao candidato da situação, Nelson Trad Filho (PMDB), outros pendem para Delcídio do Amaral (PT) e outros avaliam a terceira via, Reinaldo Azambuja (PSDB). 

A altura - O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Joenildo de Souza Chaves, promete resposta a altura ao ex-prefeito Alcides Bernal (PP), que ataca juízes em vídeo postado na internet. O ex-prefeito, que só aceita decisão a favor, diz que há magistrados "corruptos" e "marginais". 

(Colaboraram Kleber Clajus e Josemil Arruda)

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions