A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/05/2014 06:00

Prefeito evangélico e a superstição

Edivaldo Bitencourt

Prazo – O PSDB espera definir em 15 dias os integrantes da chapa majoritária do partido nas eleições deste ano. O deputado federal Reinaldo Azambuja vem negociando espaços com o PSD e DEM. Ele quer bater o martelo até o início de junho.

Simbólico – Após o antecessor e inimigo sentar na cadeira, o prefeito Gilmar Olarte (PP) preferiu não arriscar e vai trocá-la. Evangélico e pastor, ele não destaca que não é superstição, mas “simbólico”.

Contra o retrocesso – Olarte destacou que a invasão e depredação do prédio da Prefeitura pesa contra Bernal junto a opinião pública. “Depois desse episódio equivocado, a população reagiu e demonstrou que não quer retrocesso”, garantiu o prefeito.

Intacta – O prefeito voltou a falar sobre as licitações. Ele garantiu que os assessores de Bernal não tocaram nas licitações do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Isso significa que o lançamento dos R$ 491 milhões pela presidente Dilma Rousseff (PT) está garantido para o dia 9 de junho deste ano.

Sem convite – O presidente da Câmara Municipal, Mario Cesar (PMDB), não convidou cinco dos 29 vereadores para a reunião com Olarte ontem de manhã. Eles entraram com ação na Justiça contra o decreto do legislativo, que cassou o mandato de Bernal. Na reunião, o prefeito fez um balanço dos estragos feitos no Paço Municipal.

PT – Na reunião do PT, no sábado, os militares fizeram calorosa defesa da candidatura própria ao Senado. Eles criticaram o nome do presidente da Fiems, Sérgio Longen, e defenderam o nome do presidente da Cassesm, Ricardo Ayache.

Deputados – O PT vetou, no encontro de sábado, dar carta branca para a executiva definir os candidatos a deputado estadual e federal. Os dirigentes deverão respeitar a assembleia da sigla e lançar os nomes aprovados por todos os militantes.

Lula – A visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Campo Grande deve ser abortada. Delcídio do Amaral e Zeca do PT não vêem necessidade do pouso emergencial do petista para discutir algo superado: a aliança com o PSDB já é carta fora do baralho nas eleições deste ano no Estado.

Indecisos - DEM, PTB, PSD, PSB, PRB e PR estão na lista dos indecisos nas eleições deste ano. Enquanto uns podem se aliar ao candidato da situação, Nelson Trad Filho (PMDB), outros pendem para Delcídio do Amaral (PT) e outros avaliam a terceira via, Reinaldo Azambuja (PSDB). 

A altura - O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Joenildo de Souza Chaves, promete resposta a altura ao ex-prefeito Alcides Bernal (PP), que ataca juízes em vídeo postado na internet. O ex-prefeito, que só aceita decisão a favor, diz que há magistrados "corruptos" e "marginais". 

(Colaboraram Kleber Clajus e Josemil Arruda)

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions