A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/10/2014 06:00

Prefeito volta a discutir reajuste na tarifa de ônibus após a eleição

Edivaldo Bitencourt

Dores do parto - O governador André Puccinelli (PMDB) voltou a dizer que se as "dores do parto" passarem, ele poderá voltar à vida política em 2018. Ele negou novamente que irá disputar as eleições municipais em Campo Grande. “Está descartada”, garantiu, sobre a sucessão municipal em 2016.

Aposentadoria - O deputado federal eleito, Carlos Marun (PMDB), afirmou que o governador André Puccinelli resiste apenas aos primeiros 45 dias de aposentadoria. Ele prevê que depois nem os netos vão agüentar o vovô em tempo integral. O peemedebista citou ainda que o governador tem a maior avaliação do País.

Balanço – André não quis fazer ainda um balanço geral de seus dois mandatos a frente de Mato Grosso do Sul. No entanto, deu uma nota para seu Governo: 15, que dividido por dois, fica em 7,5. Ele não justificou a avaliação.

Presidente - O novo presidente do Tribunal de Contas do Estado será o conselheiro Waldir Neves. Ele será eleito para assumir o lugar de Cícero de Souza, que se aposenta neste mês porque completa 70 anos em 2 de novembro. 

Pós eleição – O prefeito da Capital vai retomar o debate sobre o reajuste na tarifa de ônibus após as eleições. Olarte começará a discutir os recursos que vão compor o fundo para subsidiar as gratuidades e evitar o reajuste no valor da passagem, congelado desde outubro do ano passado em R$ 2,70.

Pós eleição 2 – O prefeito garante que tem boas notícias para os professores após as eleições. Ele garante que está muito próximo de conseguir os recursos necessários para garantir o reajuste de 8,46%, que deveria ser aplicado neste mês, conforme lei municipal.

Coringa – O ex-secretário municipal de Meio Ambiente, Cezar Afonso, está apto para ocupar qualquer cargo na administração da Capital. Olarte vai começar a definir o posto a partir de quarta-feira. Ele pode voltar para a Semadur, que chegou a assumir e deixou para comandar o PP, mas o partido ainda não saiu das mãos de Alcides Bernal (PP).

Até o último – O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conclamou a militância a ir às ruas até o último minuto para eleger Delcídio do Amaral e reeleger Dilma Rousseff, ambos do PT. Ele destacou que não pode usar som a partir de hoje, mas pode recorrer a internet e a propaganda de porta em porta.

Sorriso – Com a disputa acirrada, Lula tratou de acalmar os ânimos petistas. Ele disse que os petistas não devem reagir a provocação e usar a alegria e sorriso para conquistar os indecisos

Pesquisa – O candidato a governador Reinaldo Azambuja (PSDB) continua otimistas com as pesquisas. Ontem, a Vale, contratada pelo SBT MS, apontou o tucano com vantagem de 15 pontos sobre Delcídio: 52,12% a 37,06%.

(colaboraram Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions