A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/08/2016 06:00

Prefeitura da Capital resiste em abrir caixa-preta das multas

Waldemar Gonçalves

Caixa-preta das multas – A Prefeitura de Campo Grande mantém a sete chaves informações que revelariam como funciona a ‘indústria da multa’ na cidade. Milhares de multas de trânsito estariam sendo aplicadas ilegalmente e, depois, recursos negados sob argumentos inválidos ou, no mínimo, questionáveis. Sem saber a quem recorrer, boa parte dos penalizados acaba pagando as multas.

Sem transparência – O assunto veio à tona no começo do mês, quando o MPE (Ministério Público Estadual) revelou ter indícios de uma série de problemas no sistema de aplicação de multas e análise dos recursos contra elas. A promotoria fez uma recomendação à Prefeitura na tentativa, entre outras coisas, de dar mais transparência aos processos.

Processo suspeito – Hoje, quem é multado não consegue acompanhar o processo do recurso, por exemplo. Outra suspeita recai sobre a aferição dos radares, que estaria em desacordo com a lei. Até agora, a Prefeitura não se manifestou sobre o assunto ao MPE.

Evasivas – Desde a publicação da recomendação, o município também vem sendo questionado pelo Campo Grande News, que pergunta, por exemplo, qual o percentual de reprovação de recursos na junta que os julga. Nenhuma resposta até agora, a não ser algumas evasivas típicas da falta de organização ou de quem não quer responder, como: se querem saber, pesquisem no Diário Oficial do Município.

Jogos voltaram – Será aberta hoje a 38ª edição dos Jogos Abertos de Campo Grande. Evento que reúne 1,3 mil atletas de 105 equipes, que disputarão 13 modalidades. Evento que a cidade não realizou em 2015. Culpa de Gilmar Olarte (PROS) e Alcides Bernal (PP). Com tanta confusão no poder ano passado, o projeto acabou cancelado.

Presentão – A última troca de prefeitos protagonizada pelos dois aconteceu justamente no período do aniversário de Campo Grande, quando Olarte caiu e Bernal voltou. Teria havido descontinuidade das licitações feitas para o evento. Segundo a organização, quem se inscreveu para participar ano passado e participam novamente agora não precisaram pagar taxa de inscrição.

Sem falsas promessas – Para Carlos Alberto David dos Santos, o Coronel David (PSC), candidato a prefeito de Campo Grande, a população não tolera mais falsas promessas, com propostas mirabolantes durante a campanha. "Quem fizer isto vai mostrar desconhecimento com a situação financeira da cidade".

Dias difíceis – David diz que vem há tempos estudando a situação da administração de Campo Grande. Segundo ele, o novo gestor terá muitas dificuldades pela frente.

Indecisos – Para o Coronel David, o "período de aventuras" já passou em Campo Grande e a população está "pagando caro" por isso. Em função da decepção dos eleitores e desgosto com a classe política, muitas pessoas ainda estão distantes do processo eleitoral, analisa o candidato, que é deputado estadual. "Por esta razão vão continuar indecisos até a reta final de campanha. Resta aos candidatos conseguir chegar até eles".

Karnal – O Grupo Energisa traz esta semana Leandro Karnal a Campo Grande para uma palestra com o tema: “O errado é errado, mesmo que muitos façam”. Leandro Karnal é doutor na Unicamp (Universidade de Campinas), sucesso no Youtube com vídeos sobre filosofia, história e sociedade. O palestrante fará o público refletir sobre as pequenas corrupções do dia a dia e o quanto isso é prejudicial à sociedade. O evento é fechado para colaboradores e convidados.

(com Leonardo Rocha, Christiane Reis e Amanda Bogo)

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions