ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 24º

Jogo Aberto

“Presepada” volta a anunciar mortes em confronto

Por Anahi Zurutuza, Gabriela Couto, Maristela Brunetto e Jackeline Oliveira | 11/12/2023 06:00
Postagem de "sextou" de policial, compartilhada por colegas, usou música "Presepada" para exibir armas apreendidas com suspeitos após confronto (Foto: Instagram/Reprodução)
Postagem de "sextou" de policial, compartilhada por colegas, usou música "Presepada" para exibir armas apreendidas com suspeitos após confronto (Foto: Instagram/Reprodução)

Anúncio – “Presepada”, tema do personagem João Grilo no filme “O Auto da Compadecida”, voltou a ser o fundo sonoro para o anúncio de mortes em ações policiais em Mato Grosso do Sul. Desta vez, seis homens foram mortos em abordagem da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos) e Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), que investigavam o bando há um mês. A música foi usada em post de “sextou” de policiais do Garras mostrando as armas apreendidas com os suspeitos.

Tema frequente – A melodia, dedilhada numa sanfona por um PM fardado, também já foi usada em postagens do Batalhão de Choque de Campo Grande, sempre que confronto termina em morte. Resta saber qual mensagem os integrantes das forças policiais querem passar, já que a música não tem letra. Presepada, segundo o dicionário, significa fanfarrice, espetáculo ridículo ou confusão.

Reforma constitucional – A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul criou uma comissão especial para analisar mudança na Constituição Estadual. O presidente do grupo será o deputado estadual Jamilson Name (PSDB) e o Professor Rinaldo Modesto (Podemos) ficou como vice. Também integram a comissão os deputados Londres Machado (PP), Zeca do PT e João César Mattogrosso (PSDB).

“PEC da bengala” – Os deputados são responsáveis por avaliar a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) n° 3/2023, que elevou para menos de 70 anos a idade máxima para a escolha e nomeação de membros de tribunais, o que dar “fôlego” alguns dos cotados a assumir vagas no TCE (Tribunal de Contas do Estado), por exemplo.

Quase meio milhão – A Assembleia contratou uma empresa especializada para confecção de pastas de certificado, medalhas de comenda, botons, caixas para medalha e troféus, para atender as cerimônias de entrega de homenagens. A dona da empresa Solange Maia Oliveira confirmou que realizará o serviço durante 12 meses pelo valor de R$ 457.000,00.

Acordo – Após apresentar uma ação na Justiça contra o ex-prefeito Waldeli dos Santos Rosa, pedindo condenação por improbidade e cobrando R$ 30,2 milhões como ressarcimento e multa, a Prefeitura de Costa Rica vai ter que explicar à Justiça se tentou celebrar acordo de não persecução civil, que passou a ser admitido para acusações de improbidade e se não tentou, que aponte o motivo.

Bens em jogo – O juiz da ação, Francisco Soliman, determinou essas providências apontando que a ausência de resposta pode ocasionar o indeferimento da petição inicial. Recebida resposta, ele vai avaliar se aceita a ação a analisará pedido de indisponibilidade de bens do ex-prefeito.

Disputa política? - Rosa é acusado pela administração atual de supostamente ter privilegiado empresa de loteamentos ligada a ele. O ex-prefeito disse que a investida tem cunho político-eleitoreiro, por ter sido adotada logo após ele assumir o comando do MDB local.

Presente de Natal – Durante a agenda na Favela do Mandela em que a prefeita Adriane Lopes (PP) foi anunciar a remoção das famílias na próxima semana, ela se lembrou das andanças pela cidade e disse que precisa um par de botas novas, pois as dela “já estão gastas” de tantos quilômetros rodados. “Estão velhinhas, quase furadas, vou pedir novas para o Papai Noel”.

É fake – Mulher de Mato Grosso do Sul que chegou a ficar conhecida como “bandida sorridente” por dar entrevista à emissora de televisão após rindo e, aparentemente, sem se importar com o fato de estar presa, foi usada em vídeo viral que faz sátira maldosa, mostrando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) algemado. Digitalmente, o rosto da presa foi trocado pela face de Lula, conforme verificou o Instituto Comprova, que faz checagens de conteúdos virtuais.

Dúvida – Ainda de acordo com o instituto divulgou a reportagem da Folha de S. Paulo, o conteúdo de “humor”, o vídeo está sendo compartilhado sem qualquer aviso que se trata de adulteração. “A falta de clareza sobre a edição do vídeo despertou dúvidas entre usuários nas redes sociais sobre a veracidade dele e a intencionalidade da publicação”, registrou o veículo da imprensa nacional.

Nos siga no Google Notícias