A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/04/2014 06:00

PT critica, mas vai pedir voto para quem detona Dilma

Edivaldo Bitencourt

Esticar – O governador André Puccinelli (PMDB) avisou, ontem, que Osmar Jerônymo continua no comando da Casa Civil até o segundo semestre. Ele só vai para o Tribunal de Contas após cumprir umas metas definidas pelo chefe do Executivo.

Só seis – O nome do secretário foi aprovado pelos deputados estaduais em fevereiro. Por enquanto, o Tribunal de Contas continua com apenas seis conselheiros. O lugar de José Ancelmo dos Santos continuará vago.

Apenas o pior - O deputado estadual Pedro Kemp (PT) foi a tribuna dizer que muitos partidos tem falado mal da presidente Dilma Rousseff (PT), apesar da sua administração ter muitas conquistas, principalmente na área de geração de emprego e nos programas sociais que favoreceram a população.

Estranho – O deputado Carlos Marun (PMDB) ocupou a tribuna em seguida para mostrar a incoerência dos petistas sul-mato-grossenses. Eles criticam quem bate na presidente, mas trabalham para apoiar um tucano para o Senado em Mato Grosso do Sul. Ou seja, até vão pedir voto para quem vem “surrando” a presidente.

Coerência - Zé Teixeira entrou na discussão e lembrou que em Mato Grosso do Sul está se fazendo aliança entre pessoas e não de partidos. Ele ainda lembrou que nada é incoerente no Estado. Para encerrar, ele lembrou que o PMDB apoio o tucano José Serra, apesar do partido ter indicado o candidato a vice-presidente na chapa de Dilma.

Participação - O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que a convivência e a participação familiar precisa ser forte nos dias de hoje, para evitar crimes e tragédias. A lição foi dada durante o lançamento da campanha para combater a violência contra a mulher.

Indireta – O governador citou os casos de abusos nas escolas, para dizer que se a família tivesse prestado mais atenção, poderia evitar o abuso a um estudante de uma escola pública municipal da Capital. Ele também destacou que os pais dos agressores também poderiam acompanhar os filhos mais de perto.

Saída – O prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), não conseguiu levar o médico Eduardo Cury para a Câmara Municipal. No entanto, ele não deixou de prestigiá-lo. Ontem, ele foi nomeado para assumir a chefia do Samu na Capital.

E o Bernal – Gilmar passou por saia justa ao visitar o Hospital do Câncer Alfredo Abrão, ontem à tarde. Alguns pacientes chegaram a gritar o nome do antecessor, cassado pela Câmara Municipal. “E o Bernal?”, perguntaram os pacientes. Olarte ouviu e não reagiu a provocação.

Jogo – A TV Globo não vai transmitir o jogo entre Cene e Coritiba pela Copa do Brasil nesta quarta-feira. Os torcedores estão desesperados porque a partida só vai ser transmitida pela Fox 2, sinal disponível nos sinais pagos da Claro TV, GVT e Net.

(colaboraram Lidiane Kober, Leonardo Rocha e Helton Verão)

"Nem a pau", diz Correa sobre desistir de ação contra JBS
Negativo - “Nem a pau”. Essa foi a reação do presidente da CPI da JBS, Paulo Correa (PR), à cogitação de retirar a ação contra a empresa, para preser...
Bonito quer bombar com shows gringos no Carnaval
Bombando - Empresários estão investindo pesado no Carnaval de Bonito 2018. Além da celebridade internacional Paris Hilton, uma das atrações em negoci...
Fábrica planeja investimento de meio bilhão em porto
Projeto ambicioso – Depois de inaugurar mais uma unidade em Três Lagoas, ampliando a produção de celulose, a Fibria negocia com a ampliação da estrut...
MS cumpre "regra de ouro" na finança pública
Melhor que os outros – Existe uma máxima em finanças públicas de que os governos, para não cair em estado de insolvência, não devem custear despesas ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions