A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


16/04/2014 06:00

PT critica, mas vai pedir voto para quem detona Dilma

Edivaldo Bitencourt

Esticar – O governador André Puccinelli (PMDB) avisou, ontem, que Osmar Jerônymo continua no comando da Casa Civil até o segundo semestre. Ele só vai para o Tribunal de Contas após cumprir umas metas definidas pelo chefe do Executivo.

Só seis – O nome do secretário foi aprovado pelos deputados estaduais em fevereiro. Por enquanto, o Tribunal de Contas continua com apenas seis conselheiros. O lugar de José Ancelmo dos Santos continuará vago.

Apenas o pior - O deputado estadual Pedro Kemp (PT) foi a tribuna dizer que muitos partidos tem falado mal da presidente Dilma Rousseff (PT), apesar da sua administração ter muitas conquistas, principalmente na área de geração de emprego e nos programas sociais que favoreceram a população.

Estranho – O deputado Carlos Marun (PMDB) ocupou a tribuna em seguida para mostrar a incoerência dos petistas sul-mato-grossenses. Eles criticam quem bate na presidente, mas trabalham para apoiar um tucano para o Senado em Mato Grosso do Sul. Ou seja, até vão pedir voto para quem vem “surrando” a presidente.

Coerência - Zé Teixeira entrou na discussão e lembrou que em Mato Grosso do Sul está se fazendo aliança entre pessoas e não de partidos. Ele ainda lembrou que nada é incoerente no Estado. Para encerrar, ele lembrou que o PMDB apoio o tucano José Serra, apesar do partido ter indicado o candidato a vice-presidente na chapa de Dilma.

Participação - O governador André Puccinelli (PMDB) afirmou que a convivência e a participação familiar precisa ser forte nos dias de hoje, para evitar crimes e tragédias. A lição foi dada durante o lançamento da campanha para combater a violência contra a mulher.

Indireta – O governador citou os casos de abusos nas escolas, para dizer que se a família tivesse prestado mais atenção, poderia evitar o abuso a um estudante de uma escola pública municipal da Capital. Ele também destacou que os pais dos agressores também poderiam acompanhar os filhos mais de perto.

Saída – O prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), não conseguiu levar o médico Eduardo Cury para a Câmara Municipal. No entanto, ele não deixou de prestigiá-lo. Ontem, ele foi nomeado para assumir a chefia do Samu na Capital.

E o Bernal – Gilmar passou por saia justa ao visitar o Hospital do Câncer Alfredo Abrão, ontem à tarde. Alguns pacientes chegaram a gritar o nome do antecessor, cassado pela Câmara Municipal. “E o Bernal?”, perguntaram os pacientes. Olarte ouviu e não reagiu a provocação.

Jogo – A TV Globo não vai transmitir o jogo entre Cene e Coritiba pela Copa do Brasil nesta quarta-feira. Os torcedores estão desesperados porque a partida só vai ser transmitida pela Fox 2, sinal disponível nos sinais pagos da Claro TV, GVT e Net.

(colaboraram Lidiane Kober, Leonardo Rocha e Helton Verão)

Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions